O País – A verdade como notícia

Zelensky fala de dias difíceis na Ucrânia

Foto: Notícias ao Minuto

As próximas semanas da guerra na Ucrânia serão difíceis e o país diz que não vai desistir, pois não tem alternativa a não ser lutar para libertar a sua terra e o seu povo. Volodymyr Zelensky apelou a população para trabalhar para a vitória e ajudar o exército.

Passaram, hoje, três meses de guerra imposta pela Rússia à Ucrânia. No seu discurso diário à Nação, Volodymyr Zelensky reconheceu que as próximas semanas serão difíceis, mas a Ucrânia não vai desistir, porque não tem outra alternativa a não ser lutar para libertar a terra e o povo.

Para alcançar esse desejo, Zelensky exortou aos ucranianos a trabalharem para a vitória, sobretudo, ajudarem o exército e proteger as necessidades do Estado e todas as plataformas internacionais a que se tenha acesso.

O presidente ucraniano acusou as tropas russas de tentarem destruir o máximo de pessoas e infra-estruturas que conseguirem e de levarem a cabo uma guerra brutal, que, no seu entender, não acontecia na Europa há mais de 77 anos. Ou seja, desde o fim da II Guerra Mundial.

Nos últimos dias, as forças russas têm estado a intensificar os esforços para neutralizar algumas regiões ucranianas estratégicas. Por agora, a situação é mais difícil em Donbass.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos