O País – A verdade como notícia

Zambézia vai produzir 3500 toneladas de pescado nos próximos cinco anos

A província da Zambézia vai produzir cerca de 3500 toneladas de pescado até 2025, com a implementação do Projecto de Desenvolvimento da Aquacultura de Pequena Escala (PRODAPE).

Trata-se de um programa do Governo de Moçambique, através do Ministério do Mar, Águas Interior e Pescas, e abrange sete províncias do centro e norte do país.

O PRODAPE prevê, igualmente, criar, ao nível da província da Zambézia, 3500 novos postos de emprego.

A secretária de Estado da província, Judith Mussácula, falando sexta-feira, durante a apresentação do projecto, fez saber que Zambézia enfrenta dificuldades na produção da aquacultura, por isso o PRODAPE será mais-valia para os produtores.

Tomé Capece, coordenador do projecto, disse que, ao nível das sete províncias onde será implementado o PRODAPE, o número de postos de emprego deverá atingir 17 mil em cinco anos.

“Nas sete províncias para o seguimento do projecto, serão aplicados 49 milhões de dólares norte-americanos. Só na Zambézia, o número de postos de trabalho estima-se em 3.500. A produção global deverá atingir 24 mil toneladas.”

Por sua vez, os produtores interpelados pelo jornal “O País” não deixaram de apontar as dificuldades que enfrentam desde infra-estruturas de criação de alvinos até às dificuldades em adquirir ração. Por isso, com o projecto, as expectativas passam por ver resolvidas as dificuldades.

Lembre-se que a produção aquícola, na Zambézia, tem vindo a registar incremento nos últimos anos. Em 2019, a produção foi de 189 toneladas e, em 2020, situou-se em 270 toneladas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos