O País – A verdade como notícia

Zambézia: Mineradora Chinesa desembolsa 13 milhões de meticais para reabilitar estrada em terraplanagem

Trata-se da África Greet Wall Mining que explora areias pesadas nos distritos de Inhassunge e Chinde. A mesma empresa desembolsou mais de um milhão e meio de dólares para extensão de 17 quilómetros de energia no distrito de Inhassunge, ligando as localidades de Cherimane e Olinda.

O distrito de Inhassunge está localizado na Zona sul da província da Zambézia. É um dos que apresenta o rosto severo de pobreza. A Mineradora Chinesa África Greet Wall Mining que explora areia pesadas naquele distrito, decidiu avançar na reabilitação da estrada. A reabilitação vai ocorrer numa secção de cinco dos 16 quilómetros.

Trata-se de um troço degradado e que tem estado a complicar a vida da população sobre tudo no escoamento de produtos. A situação é mais gritante no período chuvoso, onde a secção fica muitas vezes cortada, impedindo a comunicação entre as localidades.

No global, a mineradora vai desembolsar treze milhões de meticais para intervir cinco dos 16 quilómetros em terraplanagem que liga as localidades de Chirimane e Boane. O mesmo troço permite a população fazer ligação as localidades de Muaialo a Cassimbue.

De forma cíclica as marés galgam a estrada, arrastando os solos e muitas vezes cortando secções e perigando a vida dos utentes.

“A nossa empresa quer fazer muito mais coisas neste distrito no âmbito da nossa responsabilidade social. Vamos voltar outro dia para conversarmos em volta das vossas necessidades para podermos fazer alguma coisa para ajudar”, disse Mustakima Aly representante da mineradora aquando do lançamento da primeira pedra para dar lugar os trabalhos.

O secretário permanente distrital, Abdul Libir reconhece o apoio da empresa chinesa, na intervenção que vai fazer para apoiar a população e o governo distrital.
“Desta forma queremos apelar a população para dar seu máximo apoio a empresa para que não haja obstáculos durante a execução dos trabalhos que vão durar quatro meses”, disse Abdul Libir.

Na ocasião, o secretário permanente solicitou a empresa no sentido disponibilizar recursos dentro das suas possibilidades para reabilitar no futuro todos os 16 quilómetros de estrada desde Boane passando pelo entroncamento com a estrada regional 320 Recamba-Abreus até ao rio Massasse travessia para ilha de Olinda.

Para além da estrada, a mesma empresa financiou a instalação de 17 quilómetros de extensão de energia para as localidades de Cherimane e Olinda num investimento de mais de um milhão e meio de dólares, beneficiando a 17 mil habitantes daquelas localidades.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos