O País – A verdade como notícia

Zambézia e Sofala acolhem maior projecto de restauração de mangais em África

Foto: O País

O Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas (MIMAIP) em parceria com a Blue Forest, especialista em reflorestamento de mangais, com sede nos Emirados Árabes Unidos (EAU) lançaram o maior projecto de reflorestação de mangais em África que, em Moçambique, vai ser implementado nas províncias de Zambézia e Sofala, consideradas sensíveis à biodiversidade, com 185 000 hectares de florestas de mangais.

Espera-se que entre 50 a 100 milhões de árvores sejam plantadas como parte desta parceria a longo prazo. Este projecto irá compensar aproximadamente 200 000 toneladas de emissões de CO2 por ano, o equivalente a retirar 50 000 carros da estrada.

Os trabalhos de reflorestamento serão levados a cabo em colaboração com vários intervenientes que abordam a questão da restauração de mangais em Moçambique. Instituições públicas como a Direcção Nacional de Florestas (DINAF) e o Fundo Nacional para o Desenvolvimento Sustentável (FNDS), bem como universidades e ONGs, estarão envolvidos nesta campanha.

“Moçambique tem mais de 300 000 hectares de mangais ao longo da sua costa, que é uma das maiores áreas de mangais em África. Estamos encantados com a nossa parceria com a Blue Forest e com a introdução de tecnologia inovadora na forma como mapeamos e restauramos as nossas florestas de mangais vitais para as gerações vindouras”, disse Xavier Munjovo, Secretário Permanente do MIMAIP.

O projecto será financiado através de créditos de carbono que serão gerados através das actividades de reflorestamento e conservação durante o período de 30 anos desta parceria. As receitas serão partilhadas entre as partes interessadas locais e nacionais, de acordo com as directrizes estabelecidas pelo FNDS.

“Moçambique é um país extremamente estratégico quando se trata de florestas de mangais. Estamos entusiasmados com a parceria com o MIMAIP e com o trabalho em coordenação com todas as instituições públicas e privadas nacionais e provinciais, bem como com as comunidades locais em Sofala e Zambézia neste projecto emblemático. Dezenas de milhares de pessoas e vida marinha sem fim beneficiarão deste projecto; não podíamos estar mais felizes”, afirmou Vahid Fotuhi, Fundador e CEO da Blue Forest.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos