O País – A verdade como notícia

Zainadine e Witi fora da Taça da Liga portuguesa

As equipas dos internacionais moçambicanos Zainadine Jr. e Witiness Quembo foram afastadas da Taça da Liga de Portugal, após ficarem pelo caminho ainda na primeira eliminatória da prova.

O Marítimo, com Zainadine Jr. a titular, perdeu na Madeira, diante do Boavista, por uma bola sem resposta e o internacional moçambicano viu um cartão amarelo aos 29 minutos. Doze minutos depois, a sua equipa sofria o único golo da partida, apontado por Santos, que afasta dois insulares da fase seguinte da terceira maior competição futebolística de Portugal.

Por seu turno, o Nacional, também da Madeira, teve a mesma sorte, ou azar, ao sucumbir, também na ilha, diante do Estoril de Praia, por 1-2. Witi, que jogou a titular na intermediária do lado esquerdo e disputou todo o jogo, viu a sua equipa a sair da primeira parte a vencer, graças ao golo apontado por Rochez.

Mas, na segunda parte, não conseguiu manter a vantagem e o empate chegou aos 56 minutos por Crespo, para o Estoril, e a reviravolta perto do apito final, aos 89 minutos, por João Carlos.

Assim, Marítimo e Nacional, esta última que volta a disputar a segunda divisão, concentram-se apenas nos respectivos campeonatos e na Taça de Portugal.

 

REINILDO MANDAVA POUPADO NA DERROTA DIANTE DO PORTO

Outro internacional moçambicano, que tem estado nos holofotes das notícias é Reinildo Mandava, que este final de semana foi poupado na derrota do Lille diante do FC Porto, no estágio que realiza em Portugal.

Depois de ter sido titular na outra derrota, diante do Benfica, desta vez o internacional moçambicano ficou de fora e o Lille perdeu por duas bolas sem resposta.

De acordo com notícias que circulam, Reinildo terá sido poupado para que não seja avaliado pelos dirigentes e equipa técnica do FC Porto, que colocaram o nome do jogador na mesa de possíveis contratações para reforçar a equipa.

É que o FC Porto está activo no mercado de transferências de verão em busca de uma alternativa para o lado esquerdo da defesa, após uma temporada em que Zaidu Sanusi foi “dono e senhor” da posição.

E o nome de Reinildo Mandava, peça importante da caminhada do Lille rumo ao título de campeão francês na temporada passada, com quem Rui Pataca trabalhou de perto, e que, acredita-se, seria uma “mais-valia” para os dragões, é o que ganha mais força.

“Tem vindo a crescer tanto a nível físico como tático, é um jogador muito interessante, que participa activamente no jogo ofensivo e tem qualidade no cruzamento. Mete a bola tanto com o pé esquerdo, de primeira, em zonas de finalização, como também pode entrar por dentro e cruzar com o pé direito”, afirmou Rui Pataca, agora no FC Porto.

“Tem uma rotação acima da média, poucas vezes lesiona-se e terminou a última época com 42 jogos, entre clube e selecção, o que é bom para quem, como ele, sobe frequentemente ao ataque. Tem muita velocidade e, em situações defensivas, vai buscá-los com alguma facilidade”, acrescentou Pataca, em entrevista ao jornal O Jogo.

Entretanto, Reinildo continua a representar o Lille no estágio que o campeão francês realiza em Portugal, quando faltam pouco mais de duas semanas para o arranque dos campeonatos europeus.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos