O País – A verdade como notícia

Xanana ameaça desencadear processo de destituição do Presidente da República

O líder do maior partido da coligação do Governo em Timor-Leste, Xanana Gusmão, ameaçou desencadear um processo de destituição do Presidente da República, Francisco Guterres Lu-Olo, se este mantiver a "rejeição sistemática e não fundamentada" de membros do Governo propostos pelo primeiro-ministro, escreve o Notícias ao Minuto.

Gusmão diz que o chefe de Estado tem obrigação de respeitar o princípio da separação dos poderes. Por isso, diz que a rejeição sistemática e não fundamentada, pelo PR, dos nomes dos titulares propostos pelo primeiro-ministro, Taur Matan Ruak, para integrar o Governo pode ser vista como uma tentativa de usurpação de poderes.
Lu-Olo continua a recusar-se a dar posse a um conjunto de membros do Governo propostos por Ruak, ou por alegadamente terem o seu nome identificado nas instâncias judiciais competentes.

As bancadas da AMP no Parlamento negaram um pedido de autorização de Lu-Olo para uma visita de Estado a Portugal, que a constituição exige, por o responsabilizarem pelo impasse.

Por duas vezes Xanana Gusmão já se recusou a tomar posse, faltando ainda cerca de uma dezena de elementos poderem assumir formalmente as suas funções, sendo que a maioria dos que não tomaram posse são do Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT).

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos