O País – A verdade como notícia

Xadrezistas nacionais “batem-se” por um lugar na selecção rumo a Geórgia

Os xadrezistas nacionais em masculinos e femininos dizem que o principal objectivo é vencer o campeonato nacional da modalidade e qualificarem-se para as olimpíadas deste ano, que terão lugar na Geórgia.

Os mesmos falavam no primeiro dia do campeonato de Xadrez em masculinos – Liga “A”, e sénior feminino, edição 2017, que arrancou ontem, em Maputo.

Informação fornecidas por Guimarães Lucas, director técnico da prova, indicam que participam do evento atletas de oito províncias, com excepção de Niassa, Gaza e Nampula, por os xadrezistas locais não terem conseguido pontuação suficiente para marcar presença nos jogos.

Alguns xadrezistas ouvidos pelo jornal “O País” dizem que as provas estão renhidas, devido à qualidade dos seus adversários, mas prometem dar o seu melhor para vencer as provas, representar condignamente as suas províncias e estarem nos lugares de pódio, bem como garantir uma presença na selecção nacional, que vai participar nas olimpíadas, que terão lugar em Batumi, na Geórgia, de 23 de Setembro a 7 de Outubro de 2018.

“O campeonato está muito renhido com atletas muito experientes, eu, como vice-campeão da época passada, almejo ser o campeão deste ano e levar a taça para Beira. Outro objectivo é fazer parte da selecção que vai representar Moçambique nas olimpíadas na Georgia”, perspectivou o xadrezista Wilton Calicoca.

Calicoca diz ainda que os xadrezistas moçambicanos estão cientes de que na Geórgia vão encontrar grandes equipas, mas promete que estarão em altura de competir e trazer bons resultados ao país.

Por sua vez, Nuzela Zacarias, em representação da província de Manica, reagiu nos seguintes termos: “estou aqui para alcançar o título de campeão nacional. Preparei-me muito para isso, temos neste campeonato muitas atletas fortes, algumas já conheço, outras não. Mas treinei muito. Todos os dias estava no tabuleiro, porque também está nos meus planos representar a selecção”.

A organização faz uma avaliação positiva do primeiro dia do campeonato e considera que o facto de se estar a fazer uma transmissão on-line dos resultados dos jogos aumenta o prestígio.

“Este campeonato é o fim de várias fases de apuramento, nas três zonas do país. E a avalição do primeiro dia é positiva, pois, pela primeira vez, estamos a transmitir os resultados via on-line, dentro dos padrões internacionais da FIDE”, clarificou Guimarães Lucas, director técnico da prova que termina na próxima quarta-feira.

 

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos