O País – A verdade como notícia

Voluntários limpam vila de Marracuene

O movimento mundial denominado “Lets do It” promoveu neste sábado , no distrito de Marracuene, Sul de Moçambique, uma jornada de recolha de lixo, por ocasião do dia mundial da limpeza.

Trata-se de um movimento global cívico, pacífico e sem fins políticos, baseado na cooperação entre povos, comunidades, organizações e indivíduos de todo o planeta que através da cidadania activa realiza acções de educação e sensibilização ambientais e de limpeza de espaços públicos e comunitários.

Falando em representação do governo distrital de Marracuene, Sérgio Sumbane, disse que a iniciativa é resultado de mais um sinal que o governo distrital emitiu, com ajuda de parceiros, no sentido de chamar `a consciência de todos sobre a preservação ambiental.

“Para além da divulgação do evento, tivemos funcionários do Estado a participarem na jornada. Mobilizamos os grandes produtores de lixo a participarem no evento, apoiando a iniciativa. Apelamos à população a perceber que a abordagem que tem em relação ao lixo pode, em algum momento, influenciar positivamente ou negativamente aquilo que é a vida no planeta ”, disse.

Por sua vez, o Presidente da Associação dos Agentes Económicos do distrito de Marracuene (AGEM), João das Neves, disse que a iniciativa pretende mobilizar outras sensibilidades e fazer com que outros cidadãos se unam ao movimento.

“O mundo tem muitos problemas de lixo. Moçambique como um país em desenvolvimento o problema é maior ainda. No caso do distrito de Marracuene, que regista um forte desenvolvimento demográfico e económico, também é grande preocupação a gestão do lixo”, referiu.

A fonte citada pela AIM, revelou que o distrito de Marracuene produz acima de 100 toneladas de lixo, diariamente, uma quantidade que tende a crescer.

Um pouco por todos cantos do país e do mundo ocorreram jornadas similares por ocasião do dia mundial de limpeza, que hoje se assinala.

A actividade contou ainda com a participação de membros da Organização da Mulher moçambicana (OMM), e da Juventude moçambicana (OJM), membros da sociedade civil, entre outros.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos