O País – A verdade como notícia

Vodacom sem data para restabelecer comunicação na província de Sofala

Cinco dias após o ciclone tropical Idai atingir a região centro do país, deixando todas provinciais sem comunicação, a Vodacom convocou esta terça-feira a imprensa para informar que as províncias de Tete, Zambézia e Manica já estão comunicáveis com excepção da província de Sofala, concretamente a cidade da Beira. A operadora não tem datas para o restabelecimento da comunicação e garante que equipas se encontram no terreno para solucionarem o problema o mais urgente possível

“O problema para nós está em, duas partes. Uma é a infra-estrutura física, a fibra que conecta a cidade da Beira ao resto da rede. O que temos aqui é uma versão de mapa. Esta é a cidade da Beira, vindo até Inchope e como podemos ver, temos apenas linhas verdes. Estes são cinco pontos da nossa rede e temos dois deles que ligam o norte ao sul do país, essas sempre tivemos. Temos seis fibras cortadas em áreas muito difíceis de aceder porque as estradas estão interrompidas. Então as equipas, saindo de Maputo, entraram daqui e tentaram reparar estes pontos enquanto entravam”.Disse o director-geral da Vodacom Jerry Mobbs

Jerry Mobbs diz que neste momento o maior objectivo da operadora é garantir a ligação da rede de transmissão da Vodacom, conectando a restante rede até à cidade da Beira. Assim que este processo estiver concluído irão começar a trazer a rede de voz para a cidade da Beira por sinal a mais afectada pela intempérie.

“Há enormes desafios que continuamos a enfrentar que acreditamos que todos estejam a par, há pouco combustível, é difícil de circular, mas estamos a trabalhar em conjunto com as agências governamentais e as outras empresas de comunicações para partilhar quaisquer recursos disponíveis para disponibilizar o máximo possível de serviços de telecomunicações o mais depressa possível”. Acrescentou o director-geral da Vodacom Jerry Mobbs

A fonte disse ainda que para o sucesso dos trabalhos contam com o apoio da Movitel e Tmcel, e os trabalhos continuam para o benefício de todos.
O ciclone tropical Idai começou na passada quinta-feira e as primeiras equipas da Vodacom saíram de Maputo via terrestre no último sábado em direcção a zona norte do país, reparando cortes de fibra e verificando o estado da rede.

Ainda ontem a Vodacom anunciou apoio às vítimas do ciclone Idai no valor de cinco milhões de meticais.

“ Temos estado a contribuir e enviar mantimentos não perecíveis por forma a apoiar as nossas equipas no terreno com os quais perdemos o contacto e estamos agora lentamente a restabelecer. Estamos em contacto com o INGC para encaminharmos tudo que for necessário. A nossa estimativa até agora é que a Vodacom irá despender cinco milhões de meticais no total como contribuição para aliviar o sofrimento das populações afectadas”. Directora executiva, jurídico e relações corporativas da Vodacom Lara Narcy

Até o momento a operadora diz que ainda não foi possível quantificar os estragos provocados pelo ciclone em toda região centro do país e os trabalhos prosseguem.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos