O País – A verdade como notícia

Verónica Macamo reforça cooperação bilateral em Nova Iorque e voto para o CS das Nações Unidas

Em representação do Chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Verónica Macamo, participa de 18 a 28 de Setembro, em Nova Iorque, no debate geral da 76ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, evento que, este ano, decorre sob o lema “Construindo a resiliência através da esperança recuperar da COVID-19, reconstruir de forma sustentável, responder às necessidades do planeta, respeitar os direitos das pessoas e revitalizar as Nações Unidas”.

Durante o programa diplomático, de âmbito multilateral e bilateral, Verónica Macamo far-se-á presente em várias sessões do debate geral, em que os chefes das delegações de vários países proferem habitualmente os seus discursos centrados na paz e segurança, mudanças climáticas e, actualmente, a pandemia da Covid-19 e no desenvolvimento económico, social e global.

Nos encontros bilaterais com os ministros dos negócios estrangeiros de vários países de África, Ásia, América, Médio Oriente e Europa, para troca de impressões e informação sobre assuntos de cooperação bilateral e multilateral, Macamo buscou, em audiências diplomáticas, o reforço da cooperação bilateral com os Estados Unidos da América (EUA), Emirados Árabes Unidos e República da Croácia e os votos dos Governos destes países para a eleição de Moçambique ao Conselho de Segurança das Nações Unidas.

A governante manteve na tarde de segunda-feira, 20 de Setembro corrente, com a subsecretária de Estado dos EUA, Victoria Nuland, o ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos, Shakhbout Bin Nahyan Al Nahyan, e o ministro dos Negócios Estrangeiros e de Assuntos Europeus da República da Croácia, Gordan Grlić Radman.

Além do reforço da cooperação bilateral e a solicitação de votos em prol da candidatura a membro não-permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, a governante moçambicana passou em revista com a subsecretária de Estado americana, Victoria Nurland, “os progressos significativos” da redução de casos e de mortes da COVID-19 em Moçambique, a situação de segurança na província de Cabo Delgado que melhorou consideravelmente” e os “efeitos nefastos” das mudanças climáticas no nosso país.

Ao ministro emirado do Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional, Macamo manifestou a profunda crença da existência de “espaço e vontade política” em Moçambique e os Emirados Árabes Unidos “para a cooperação e a amizade crescerem rapidamente”.

A conversa entre ambos discorreu tendo como pano de fundo a EXPO-DUBAI 2001 e o 6º Fórum Global de Negócios de África, eventos magnéticos da cooperação bilateral, que têm lugar em Dubai, a partir do próximo mês de Outubro.

Com o ministro dos Negócios Estrangeiros e dos Assuntos Europeus da Croácia, a troca de pontos de vista sobre as relações entre Moçambique e Croácia cimentou a convicção da reactivação da cooperação em várias áreas de interesse socioeconómico. Neste âmbito, Macamo sugeriu que a Croácia envie a Moçambique “uma missão empresarial com vista a explorar possíveis áreas de investimento”.

No âmbito da diplomacia multilateral, Macamo participou da reunião de formato híbrido, presencial e virtual, sobre os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), conduzida a partir da sede das Nações Unidas. No decurso da reunião, escutou o discurso transmitido virtualmente, proferido pelo Presidente da República, Filipe Nyusi.

“Pretendemos alcançar um país livre da pobreza, das desigualdades, da discriminação, resiliente às mudanças climáticas, livre do terrorismo e do impacto negativo da COVID-19”, afirmou o Chefe de Estado moçambicano, perante numerosos participantes àquela convenção, que incluía os presidentes de Cabo Verde, Egipto, Quênia, Malawi, Serra Leoa, Sudão, Tunísia, Zâmbia e Zimbabwe.

Verónica Macamo é acompanhada pelo embaixador Pedro Comissário, representante permanente de Moçambique nas Nações Unidas; Carlos dos Santos, embaixador de Moçambique nos Estados Unidos da América (representou Moçambique na cerimónia do tributo especial evocativa do 20º aniversário dos ataques terroristas de 11 de Setembro em Nova Iorque, que consistiu, essencialmente, na deposição de flores no Memorial 9/11, alusivo às vítimas dos ataques), e Ana Nemba Uaiene, directora de Organizações Internacionais e Conferências no Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.

Macamo foi, igualmente, recebida em audiência pelo Presidente da 76ª Sessão da Assembleia Geral, Abdulla Shahid, a quem apresentou informação sobre a situação prevalecente do país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos