O País – A verdade como notícia

Venezuela denuncia na ONU que sanções impedem o envio de vacinas

A Venezuela denunciou que as sanções impostas pelos Estados Unidos estão a impedir a chegada de vacinas contra a COVID-19, afectando o programa de imunização da população local.

A denúncia foi feita perante o Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), pelo embaixador venezuelano na ONU, Héctor Constant, de acordo com o “Notícias ao Minuto”.

Segundo o diplomata, as sanções económicas e financeiras dos EUA contra a Venezuela são um exemplo de “um crime que lesa a humanidade pois bloquearam o pagamento de milhões de dólares ao Fundo de Acesso Global para Vacinas COVID-19 (Covax)”, disse.

As declarações de Héctor Constant tiveram lugar um dia depois de o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ter feito, no domingo, um ultimato ao programa Covax, para entregar as vacinas que ainda não recebeu ou então que devolvam o dinheiro.

Entretanto, a Fundação GAVI, que coordena o programa Covax em conjunto com a Organização Mundial da Saúde, reagiu ao ultimato de Maduro, assegurando que tenta resolver o problema do envio de vacinas contra a COVID-19 para a Venezuela.

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos