O País – A verdade como notícia

Vendedores informais exigem construção de mercados em locais com maior visibilidade

O edil de Maputo, Eneas Comiche, foi hoje confrontado pelos vendedores informais que se queixam de suposto tratamento desumano por parte da Polícia Municipal. Os informais falam ainda da falta de espaço nos mercados para acolher todos os vendedores.
 
O encontro que visava a divulgação do plano municipal de desenvolvimento da capital foi dominado por reclamações dos vendedores que estão a ser retirados dos passeios na Praça dos Combatentes. O grupo exige a construção de mercados em locais estratégicos em termos de visibilidade e com capacidade de acolher mais vendedores.
 
Em resposta às reclamações, o vereador de Mercados reiterou a aposta do município em regular o comércio informal, mas reconheceu a necessidade de melhorar as infra-estruturas de vários mercados.

Por sua vez, o edil de Maputo garantiu que será realizado um debate público mais alargado sobre o comércio informal.
 
Esta não é a primeira vez que o município de Maputo tenta retirar os vendedores informais dos passeios das principais artérias da capital.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos