O País – A verdade como notícia

Vendedores ignoram COVID-19 na Zambézia

Prevalece o não uso de máscaras de protecção faciais para prevenção da COVID-19, em muitas comunidades do interior. A nossa equipa de reportagem dirigiu-se ao principal mercado da vila municipal da Maganja da Costa, onde o cenário é crítico. Mesmo conhecendo os perigos da propagação da mortífera doença, muitos munícipes optam pela inobservância das medidas.

Vendedores e clientes interagem sem o uso da máscara, distanciamento físico. Cada um apresentou seu argumento para se justificar. Júlia, uma vendedeira de produtos pesqueiros no referido mercado, disse: “estou a trabalhar, esta foi a razão que me fez tirar máscara. Não tenho no meu rosto, mas está na minha pasta”, disse.

Sérgio Ramo, outro Vendedor, o encontramos na sua banca, no interior do mercado. Explicou que “tirei a máscara da face porque estava a sentir calor. Geralmente coloco a máscara, mas com o aquecimento não aguentei”, justificou Sérgio Ramos.

Ao nível da província da Zambézia, neste momento, há registo de perto de uma centena de casos activos da COVID-19.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos