O País – A verdade como notícia

Vendaval faz cinco mortos e dezenas de feridos em Manica

Cinco pessoas morreram e várias ficaram feridas em consequência do mau tempo que se fez sentir no último sábado na cidade de Chimoio, província de Manica.

O mau tempo destruiu infra-estruturas e residências deixando famílias ao relento, apurou “O País”.

Os rastos de destruição provocada pela intempérie deixaram grande parte da cidade de Chimoio irreconhecível. Árvores de sombra caíram, dificultando o trânsito, houve destruição total e parcial de casas e infra-estruturas públicas e privadas, entre outros danos.

Sobre as mortes, Francisca Tomás, governadora de Manica, avançou que quatro aconteceram na cidade de Chimoio e outra no distrito de Gondola, onde a tempestade se de fez sentir com maior intensidade.

“No Chimoio morreram quatro pessoas, duas no muro da pista de motocross”, em consequência do desabamento do muro de vedação e outras duas perderam a vidada “nas suas casas”, em resultado da derrocada das suas “residências”, explicou Francisca Tomás.

Beatriz Amaral é responsável de centro de formação profissional localizado no bairro da Soalpo. A infra-estrutura ficou sem a cobertura devido a ventos fortes e falou de prejuízos incalculáveis.

Além disso, a cidade de Chimoio e alguns distritos ficaram sem energia eléctrica porque 20 postes de transporte tombaram, segundo avançou Silvia Guambe, delegada da empresa Electricidade de Moçambique (EDM) em Manica.

O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC) está no terreno a fazer o levantamento dos estragos causados pelo mau tempo e promete pronunciar-se esta segunda-feira.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos