O País – A verdade como notícia

Vendaval deita abaixo tecto de duas escolas em Nicoadala

Um vendaval ocorrido no primeiro dia do ano 2019 deitou abaixo tecto de duas escolas nomeadamente secundária Geral do 1º e 2º ciclos e a Primária Eduardo Mondlane Sede ambas localizadas no distrito de Nicoadala. No terreno os danos são avultados sendo que o governo distrital está a contabilizar a situação.
 
Na verdade foi no período entre oito e nove horas em que o referido vendaval de grande magnitude removeu parte dos tectos, o primeiro momento ocorreu no bloco de cinco salas de aula da escola Secundária geral do 1° e 2° ciclo que beneficia um total de cinco mil alunos. O director da escola Secundária Clementino Luís refere que neste momento o governo provincial já foi informado e espera-se que de forma urgente seja feito a reposição.
 
Já na escola primária completa Eduardo Mondlane sede, o vendaval destruiu por completo tecto de 3 salas de aula construídas no ano passado através da segunda tranche do fundo de apoio directo às escolas (ADE) estimado em 25 mil meticais.
 
Na construção os pais e encarregados de educação foram chamados a comparticipar com blocos e a mão-de-obra. Aliás, aqui não foi observado o rigor técnico de construção tal como mandam as normas de construção dos edifícios do estado para benefício público. Ou seja, os estragos no terreno são assustadores e não há dúvidas que se fosse no período lectivo trairia danos humanos graves.
 
A lei de construção na República de Moçambique para edifícios públicos, não permite auto-construção que no entanto tem estado a ser incentivado pelo sector da educação através de ADE. O Fundo de apoio directo às escolas facultado pelo Ministério da educação é destinada a uso coordenado entre a escola e os pais e encarregados de educação através dos conselhos de escolas.
 
Nas salas destruídas na escola primária completa Eduardo Mondlane sede estão afectadas 520 crianças das quais 248 são meninas
 
O director distrital de infraestruturas de Nicoadala Anivaldo Garrine quanto a escola Secundária geral de Nicoadala diz que não se pode falar de má construção mas sim da força do vento que foi intensa. Todavia o vendaval não destruiu apenas salas de aula mas também deitou abaixo árvores que interromperam três vias terciárias dificultando o trânsito de veículo, pessoas e bens. Deitou ainda um poste de iluminação. Até ao fecho desta reportagem decorriam trabalhos para reposição das vias e do poste de iluminação.  

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos