O País – A verdade como notícia

Venda de armas no mundo aumenta em cerca de 1.3 por cento em 2020

Foto: A Nação

Apesar da pandemia da COVID-19, a venda de armamento aumentou 1.3 por cento em 2020. As 100 maiores empresas internacionais de armamento tiveram um lucro de um total de 469 biliões de euros no ano passado.

Em 2020, o comércio de vários bens foi duramente afectado pela pandemia da COVID-19, mas nem com isso o negócio de armamento abrandou.

Segundo o Notícias ao Minuto, a venda de armas aumentou em 1.3 por cento no ano passado, um lucro de um total de 531 mil milhões de dólares para as 100 maiores empresas internacionais de venda de armas.

Os dados constam do relatório sobre comércio de armas e serviços militares do Instituto Internacional de Pesquisa sobre a Paz de Estocolmo, sublinhando que as despesas militares subiram em grande parte do mundo e, em alguns casos, os Governos aceleraram os pagamentos à indústria do armamento.

Os Estados Unidos mantêm a hegemonia mundial, com 41 empresas entre as 100 maiores cotadas neste mercado, representando 54 por cento do total de facturação em 2020, 285 mil milhões de dólares.

Na lista das 100 empresas, 26 são do continente europeu, que somaram 109 mil milhões de dólares de facturação em 2020. Destaque também para cinco empresas chinesas de comércio de armas, que facturaram 66 mil milhões de dólares.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos