O País – A verdade como notícia

Vêm aí as finais e meias-finais do “Maputo Open”

Fotos: O País

É já no sábado e domingo que os “courts” do Clube de Ténis de Maputo acolhem as meias-finais e finais em singulares homens e senhoras da edição de estreia do “Maputo Open”. Inicialmente agendados para o último fim-de-semana, os jogos decisivos foram adiados devido a previsão de mau tempo na capital do país.

O “draw” da competição indica que, nas meias-finais de singulares homens, o jovem talentoso e promissor tenista Bruno Nhavane irá travar argumentos com Jossefa Simão.

Trata-se, na verdade, de um duelo de campeões. Jossefa Simão foi bicampeão nacional de ténis nas temporadas 2015 e 2016. Bruno Nhavene, por sua vez, conquistou o título este ano, derrotando na final Jaime Sigaúque por dois “sets” a zero com um duplo 6/2. Em 2018, Bruno Nhavene foi campeão nacional pela primeira vez, feito alcançado ainda com idade de juniores.

Na altura, o bolsista no Centro de Alto Rendimento de Marrocos estava de férias no país, tendo sido desafiado a participar na prova. Nhavene conta, ainda no seu palmarés, com a conquista do “Torneio de Mestres” em 2021, tendo para o efeito derrotado Jaime Sigaúque por 2 “sets” a zero com um duplo 6/0.

Para chegar às meias-finais do “Maputo Open”, Bruno Nhavene despachou Ercílio Seda por dois sets a zero com um duplo 6/2. J

Já Josefa Simão derrotou, nos quartos-de-final desta competição, Miguel Gonçalves por dois sets a zero com duplo 6/0. Prevê-se, por isso, uma meia-final muitíssimo bem disputada entre dois tenistas com tarimba e qualidades já demostradas nos “courts”.

Na outra meia-final, Jaime Sigaúque, vice-campeão nacional, bate-se com Luca Figueiredo, tenista que tem melhorado a sua prestação. Nos quartos-de-final do “Maputo Open”, Jaime Sigaúque venceu José Cossa por dois sets a zero com parciais de 6/0 e 6/1.

Por sua vez, Luca Figueiredo ganhou falta de comparência (WO) ao antigo campeão nacional Feliciano dos Santos. Dos Santos, segundo a organização, atrasou uma hora quando os regulamentos da prova prevêem uma tolerância de 15 minutos.

No quadro feminino, teremos nas meias-finais os duelos entre Ana Vasils e Cláudia dos Santos e Ilga João vs Ohmar Fernandes.

Ana Vasils, campeã nacional de 2021 e cabeça de série número dois, qualificou-se para às meias-finais de singulares mulheres ao derrotar, nos “quartos”, Tânia Elísio por dois sets a zero com parciais de 6/3 e 6/0.

Por sua vez, Cláudia dos Santos, cabeça de série número três, qualificou-se para às meias-finais ao vencer Frederica Ferrari por dois sets a zero com parciais de 6/1 e 6/4.

Iga João, cabeça de série número 1, chegou às meias-finais depois de derrotar Chirley Jumisse nos “quartos” por dois sets a zero com parciais de 6/0 e 6/2.

Já Ohmar Fernandes, cabeça de série número 4, derrotou Kyra Nguemba por dois sets a zero com um duplo 6/0.

De acordo com a organização da competição, os jogos de singulares homens e senhoras serão disputados no sistema de eliminatórias, a melhor de três partidas com “tie-break” aos 6/6.

O “prize money” nesta competição é de 40, 000, 00 MT para os vencedores das categorias de singulares homens e senhoras, enquanto os segundos classificados irão encaixar 24, 000, 00 MT.

No que a categoria de pares diz respeito, os vencedores terão direito a 24, 000, 00 MT e os vencidos 12, 000, 00 MT.

 

EDILSON ROSA EM 4º

O tenista Edilson Rosa fechou em quarto lugar a sua participação no Campeonato Africano de sub-14, prova havida no Cairo, Egipto.

Rosa caiu nas meias-finais desta competição aos pés de Kamil Guessous (Marrocos) perdendo por 7/5 e 61.

Já no jogo de atribuição do terceiro lugar, o tenista moçambicano foi derrotado pelo egípcio Yassin Ahmad. O seu compatriot Eric Sigaúque terminou a prova na 21.ª posição depois de perder com o tunisino Omar Hfaeidh, em jogo do primeiro “round”.

 

VOLTE-FACE? CONTINUA A “NOVELLA” DEMBÉLÉ

Ousmane Dembélé parecer ter recuado na decisão de sair do Barcelona no final da temporada, altura em que termina contrato com o colosso catalão.

De acordo com a Marca, apesar de o internacional francês, durante o mercado de inverno, ter recusado várias propostas para renovar e as duas partes terem extremado posições, Dembélé, que acabou por permanecer, estará agora interessado em continuar na próxima época no Barça.

Isso mesmo já terá transmitido no balneário e ao técnico Xavi Hernández. De resto, os seus companheiros também têm feito força para que tal aconteça, mesmo nas declarações públicas sobre o tema.

Dembélé não terá nenhum pré-acordo com outro clube, algo que já lhe seria permitido, mas existem dúvidas que o jogador esteja disponível para aceitar as condições financeiras que o Barcelona pode oferecer, que são substancialmente mais baixas às que recebe atualmente. Entretanto, debelada a lesão num tendão da perna esquerda, contraída a 20 de Janeiro, frente ao Athletic Bilbao, em jogo da Taça do Rei, Ansu Fati regressou, esta segunda-feira, aos treinos do Barcelona sem limitações.

O internacional espanhol, de 19 anos, foi recebido com palmas por parte dos companheiros quando pisou o relvado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos