O País – A verdade como notícia

Vários países solidarizam-se com PR devido a passagem do Ciclone Idai

Vários países do mundo enviaram mensagens de solidariedade ao Presidente da República, Filipe Nyusi, na sequência da passagem do ciclone Idai em Moçambique.

O Rei Felipe VI e Rainha Letizia da Espanha, manifestam o mais profundo sentimento de pesar pelo desastre humanitário que assolou o país.
 
"Queremos expressar o nosso apoio e solidariedade com as famílias dos falecidos, na esperança de que encontrem consolo a tanto sofrimento, juntamente com os nossos melhores desejos para uma pronta e completa recuperação das zonas afectadas", lê-se na mensagem.
 
Por seu lado, o Rei da Noruega, Harald V, refere na sua mensagem que "em meu nome e em nome do povo da Noruega, envio-lhe as minhas sinceras condolências. Peço-lhe que transmita a minha solidariedade aos enlutados e ao povo de Moçambique que de forma indirecta está afectado por esta catástrofe natural.
 
O Presidente da República Popular da China, Xi Jinping, endereça em nome do Governo,  povo chinês e em seu nome pessoal os sentimentos de pesar às vítimas da catástrofe que assolou a região centro do país.
 
"A parte chinesa sente-se da mesma maneira enquanto o povo moçambicano se defronta com sérias dificuldades calamitosas e está disposta a disponibilizar apoios ao seu alcance conforme as necessidades da parte moçambicana. Acredito que com a forte liderança de Vossa Excelência e seu Governo, o povo moçambicano irá, de certo, ultrapassar os desastres naturais e iniciar brevemente a reconstrução do país", considera o Presidente chinês.
 
O Presidente da República da Coreia, Moon Jae-In, diz na sua mensagem que em nome do seu Governo e do povo da Coreia gostaria de expressar as sinceras condolências ao Presidente Filipe Jacinto Nyusi, ao povo moçambicano, as vítimas e as famílias desaparecidas que estão a sentir enorme choque e amargura.
 
"Sob a sua liderança, Presidente, esperamos que as áreas danificadas sejam recuperadas o mais rápido possível e as famílias das vítimas e o povo moçambicano superem as dificuldades e tristezas deste dano", lê-se na mensagem do Estadista coreano.
 
O Presidente Nyusi recebeu igualmente a mensagem da Confederação Africana de Futebol (CAF), na qual manifesta, em nome da família do futebol africano, tristeza e profunda consideração em relação à tragédia que se está a viver  no país, após a passagem do ciclone IDAI.
 
Por seu turno, o Director Executivo da multinacional petrolífera ENI, Claudio Descalzi, manifesta a sua solidariedade ao Presidente Nyusi, ao Governo moçambicano e a todos os trabalhadores envolvidos nas operações de resgate das vítimas do desastre humanitário, com apoio material na assistência às vítimas da catástrofe, fornecendo primeiros socorros e remédios por meio de organizações internacionais que operam em Moçambique.
 
O Príncipe Aga Khan manifesta o seu mais profundo sentimento de pesar pelo sucedido e, através das agências locais e internacionais da Rede Aga Khan pelo Desenvolvimento e da Comunidade Ismaelita em Moçambique está a mobilizar esforços e recursos para apoiar as vítimas do ciclone.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos