O País – A verdade como notícia

Variante sul-africana da COVID-19 existe em Moçambique desde Novembro

É oficial. A variante sul-africana da COVID-19, conhecida por atingir os pacientes mais jovens e por ser mais resistente a anticorpos, já circula em Moçambique, desde Novembro do ano passado, revelou, esta tarde, o ministro da Saúde, Armindo Tiago.

“Desde Novembro [de 2020] que já circula a nova variante sul-africana” do novo Coronavírus em Moçambique, afirmou o governante, à imprensa, no Hospital Geral de Mavalane, onde se inteirava dos trabalhos para a instalação de novas camas para internamento de pacientes com a doença, diagnosticada pela primeira vez a 22 de Março último.

Segundo Armindo Tiago, o aumento de infecções, internamentos e óbitos no país, mormente desde 1 de Janeiro em curso, não se deve apenas à existência da variante sul-africana, mas também com o relaxamento no cumprimento das medidas de prevenção.

A variante sul-africana da COVID-19 foi descoberta em Dezembro de 2020, por uma equipa de investigadores daquele país. A variante atinge pacientes mais jovens e é associada a casos mais graves da doença. Ela já foi detectada em vários países.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos