O País – A verdade como notícia

Vamos electrocutá-los rapazes!

O “caldeirão” do Chiveve acolhe nesta quarta-feira a partida da primeira mão da primeira eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões africanos, da época transitória, entre a União Desportiva de Songo e o Nkana da Zâmbia. O principal objectivo dos campeões nacionais é seguir em frente na competição

A União Desportiva de Songo, campeão nacional do Moçambola-2018 e único representante moçambicano nas afrotaças 2018/2019, enfrenta o Nkana da Zâmbia, num jogo que conta para primeira eliminatória  de acesso a fase de grupo na Liga dos Campeões Africanos. Os jogadores e a equipa técnica, estão convictos que não será uma tarefa fácil, mas o objectivo passa por alcançar a fase de grupos. Esta convicção foi demostrada durante o treino que teve lugar no “caldeirão” do Chiveve, na preparação para o referido jogo.

Telinho, um dos reforços dos “hidroeléctricos” que já integrou o conjunto campeão nacional, assume mesmo que “o grupo esta todo motivado”. E para alcançar o primeiro objectivo da equipa, “é só trabalhar mais e com tranquilidade e respeitar o adversário”. Telinho diz que não será um jogo fácil, uma vez que é nesta competição onde se encontram adversários difíceis. “Já estamos cientes do que vamos encontrar amanhã. É só trabalharmos mais e estarmos concentrados que o jogo será fácil”, referiu Telinho.

Já Mucuapel, outro internacional moçambicano, que já participou nas afrotaças nos dois últimos anos, diz que esta é mais uma fase que o conjunto tem que ultrapassar, bastando para tal “nos concentrarmos para chegarmos aos nossos objectivos que passam por passar esta fase”. Para Mucuapel, “cada elemento que está a representar a União Desportiva de Songo tem ambições”. E essas ambições são, essencialmente, conquistar cada competição que vier a cruzar caminho da equipa.

O treinador diz que a sua equipa irá jogar sem preconceitos e de forma destemida para levar a eliminatória a ser decidida na Zâmbia. “Vamos tentar fazer aquilo que fomos trabalhando ao longo deste pouco tempo, para atacarmos as partes mais fracas do adversário e defendermos a parte mais forte deles. Eles têm potencial mas nós nos valemos pela nossa forma de estar e jogar”, referiu o técnico campeão nacional.

 

Reforços valiosos e que darão grande contributo

Para enfrentar a Liga dos Campeões africanos na sua edição transitória e a época desportiva interna, que será desgaste, tendo em conta que a equipa vai ter cerca de dois anos sem descanso, uma vez que o defeso moçambicano está a coincidir com a época transitória da CAF e quando terminar a sua participação nas afrotaças estará já envolvida nas provas nacionais, os “hidroeléctricos” reforçaram-se com alguns jogadores de relevo no futebol moçambicano. Telinho é um deles! Foi o melhor marcador do campeonato nacional ora terminado, onde ao serviço da Liga Desportiva de Maputo facturou 11 golos. O avançado, que volta a experimentar as afrotaças, diz sentir-se bem no grupo “hidroeléctrico” onde foi “bem recebido”. E espera dar seu contributo para ajudar clube a atingir os seus objectivos.

Para além de Telinho, da Liga Desportiva foi Infren. Outros nomes sonantes fazem parte do emblema de Songo, nomeadamente Bhéu, que já esteve no Nacional da Madeira, Sunday, que representou o Chibuto, Amarachi, vindo do Ferroviário da Beira, entre outros.

Mucuapel espera que esses reforços venham ajudar a equipa nas ambições tem e a atingir os objectivos já definidos. Fala mesmo de serem “uma mais valia” para a equipa.

Uma visão partilhada pelo treinador “hidroeléctrico” para quem alguns já chegam com alguma experiência e que já se conhecem há muito tempo. “Eles se integraram na filosofia do trabalho e agora estamos a incluí-los na filosofia do jogo. Felizmente este é o jogo que eles tem que se apresentar da melhor forma que é para lograr os nossos objectivos que passam por ganharmos com um bom número de golos para levarmos a decisão a Zâmbia.

O jogo terá lugar a partir das 15 horas desta quarta-feira no “caldeirão” do Chiveve. A segunda mão terá lugar em Kitwe, cidade zambiana, uma semana depois.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos