O País – A verdade como notícia

Vale vende activos de carvão à Vulcan na província de Tete

A empresa mineira Vale vendeu à Vulcan a sua mina de carvão de Moatize e seus activos no Corredor Logístico Nacala por 270 milhões de dólares. O anúncio foi feito pela firma, hoje, através de uma nota publicada na sua página electrónica.

Depois de anunciar a intenção no início deste ano, nesta terça-feira, a empresa mineira Vale informou que chegou a um acordo vinculativo com a Vulcan Minerals para a venda da sua mina de carvão de Moatize, na província de Tete e do Corredor Logístico Nacala.

Os activos da Vale custaram à Vulcan 270 milhões de dólares norte-americanos. Segundo a nota, a empresa receberá 80 milhões no fecho da transacção e 190 milhões após a conclusão da venda.

 “A conclusão da transacção está sujeita ao cumprimento das condições precedentes usuais, incluindo a aprovação do Ministério de Recursos Minerais e Energia de Moçambique nos termos da Lei de Mineração nº 20/2014, e a aprovação do Governo de Moçambique nos termos dos Contratos de Concessão para a mudança de controlo e “antitruste”, refere a nota.

A empresa diz estar empenhada em trabalhar em conjunto com os Governos de Moçambique e do Malawi, por onde passa o corredor logístico de Nacala, com uma linha-férrea de 912 quilómetros, para garantir uma transição suave para a nova operadora.

A Vulcan é uma empresa privada que faz parte do grupo indiano Jindal, com experiência de trabalho em Moçambique nas operações da mina a céu aberto Chirodzi, localizada em Tete.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos