O País – A verdade como notícia

União Europeia apoia artes e cultura com 7,8 milhões de euros

Os fazedores das artes e cultura dos países falantes de língua portuguesa vão beneficiar de apoio financeiro de até 7,8 milhões de euros para desenvolver as suas actividades, com particular enfoque na garantia de geração de emprego para mulheres e jovens.

A União Europeia disponibilizou perto de oito milhões de euros para financiar projectos de geração de empregos e rendimentos sustentáveis no sector da música, artes cénicas e literatura infanto-juvenil nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e Timor leste. Trata-se do programa de Subvenções PROCULTURA dirigido esta sexta-feira em Maputo pelo Embaixador da União Europeia, Antonio Sánchez-Benedito.

?Nós queremos trabalhar na cultura não de uma maneira tradicional, com as manifestações culturais, mas sobretudo fazer uma ligação muito estreita com uma criação de oportunidades de emprego e rendas, sobretudo para os mais jovens?, explicou António Sánchez-Benedito, Embaixador da União Europeia.

O financiamento ora lançado em Maputo compreende três lotes para a atribuição de subvenções aberto até 9 de Novembro de 2020, a candidaturas de entidades dos sectores público e privado. O primeiro lote de financiamento varia de 20 mil a 35 mil euros, o segundo de 500 mil a 1 milhão de euros e o terceiro de 300 mil a 600 mil euros.

O lançamento dessas subvenções surge com uma relevância acrescida e uma grande oportunidade no actual contexto?, disse Carolina Cordeiro, encarregada de Negócios de Portugal.

O projecto já está a apresentar resultados promissores, fornecendo bolsas de estudo para licenciatura e mestrado para estudantes moçambicanos. Para além disso, o PROCULTURA fornece apoio técnico e financeiro para reforço de produtos e serviço na área.

?Estas ações estão com certeza contribuindo para alavancar o sector cultural como uma área crucial para o desenvolvimento dos nossos países, tendo como enfoque a juventude, a mulher, incluindo a criança, criando mais postos de trabalho e condições básicas para difusão e comercialização da música e artes cénicas?, avançou o Ministro Conselheiro da União Europeia, Vicente Manuel.

PROCULTURA é um projecto do Programa PALOP-TL-EU financiado pela União Europeia, co-financiado e gerido pelo Instituto Camões e Fundação Calouste Gulbenkian e tem por objectivo de contribuir para o reforço da economia criativa e cultural, incentivar a profissionalização e transformação do sector cultural, promovendo a empregabilidade e inclusão de mulheres e jovens.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos