O País – A verdade como notícia

União Africana condena violência na RAS e pede restauração da ordem

A União Africana (UA) condenou hoje a violência na África do Sul, que já provocou pelo menos 72 mortos, e apelou a uma restauração urgente da ordem, paz e estabilidade no país.

“Se as autoridades não conseguirem controlar a violência, haverá graves impactos não só no país, mas em toda a região”, advertiu Moussa Faki Mahamat, presidente da Comissão da UA, numa declaração na terça-feira à noite, citada pelo Notícias ao Minuto.

Na mensagem, o responsável descreveu como terríveis as cenas de pilhagem da propriedade pública e privada e a destruição de infraestruturas e lamentou a suspensão de serviços essenciais nas regiões afectadas pela violência.

Nos últimos dias, outras organizações internacionais e humanitárias também manifestaram preocupação com a situação na África do Sul, como a Amnistia Internacional e a Save The Children.

“Embora a ONU reconheça o direito de todos os sul-africanos a uma manifestação pacífica, tal como consagrado na Constituição, isto deve ser exercido de forma responsável”, disse também numa declaração divulgada na terça-feira o gabinete de representação das Nações Unidas em Pretória, citado pelo Notícias ao Minuto.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos