O País – A verdade como notícia

Um morto no primeiro mês da ponte Maputo-Katembe

Pelo menos 135 mil viaturas passaram pela ponte Maputo-Katembe no primeiro mês de funcionamento. Segundo a empresa Maputo Sul, a avaliação é positiva, apesar do registo de três acidentes graves, onde uma pessoa morreu.

Volvido um mês após a entrada em funcionamento da ponte que liga as duas margens da baía de Maputo e suas vias de acesso, “O país” entrevistou o Presidente do Conselho de Administração da empresa pública responsável pela gestão da infra-estrutura. A Maputo Sul faz uma avaliação positiva dos primeiros 30 dias. Registo de acidentes de viação, fluxo de veículos, movimento dos transportes públicos, necessidade de correcções na infra-estrutura e preparação para quadra festiva são alguns pontos abordados na entrevista com Silva Magaia.

O PCA da Maputo Sul fez saber que, ao longo de 2019, o empreiteiro continuará com as obras na ponte e nas respectivas vias de acesso, porque a entrega da infra-estrutura no passado dia 10 de Novembro foi provisória.

Na estrada é onde estão a acontecer os acidentes mais preocupantes. A Maputo Sul já registou cinco acidentes ao longo de várias secções da estrada que vai até Ponta do Ouro. A indicação que a polícia de trânsito dá à empresa é de que, em quase todos os casos, a razão dos acidentes é o excesso de velocidade. De acordo com o PCA da Maputo Sul, a estrada tem curvas apertadas, é nova e muitos automobilistas não a conhecem.

Um dos acidentes mais graves que aconteceram no primeiro mês de funcionamento da ponte e das estradas envolveu uma viatura que tinha cinco ocupantes. O carro despistou-se, capotou e as vítimas foram levadas ao Hospital Central de Maputo. Já no hospital, um dos feridos perdeu a vida. Segundo o que se apurou, o motorista estava exausto, facto que pode ter contribuído para o acidente.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos