O País – A verdade como notícia

Um homem com um coração que “distribui amor” a 17 mulheres

A semana passada foi dominada por acesos debates sobre a poligamia, um fenómeno que ocorre na sociedade, mas sem consensos, havendo uns que defendem a sua ocorrência e outros negam definitivamente.

“O País” deslocou-se até à região de Tsetsera, distrito de Sussundenga, em Manica, para perceber a história de um homem de 71 anos de idade, que partilha tecto e cama com 17 esposas.

Trata-se de Pedro Faricai, cristão e que professa a religião Johane Marangue, oriunda do Zimbabwe.

Ao “O País”, Faricai contou que todas as suas 17 esposas que já tiveram 44 filhos e 46 netos foram “engatadas” na referida Igreja. “Conheci todas elas na igreja. A nossa igreja não proíbe casar tantas mulheres. O que a igreja quer é que cada mulher tenha a sua casa, seus bens e todas as restantes condições. Basta teres isso, pode casar tantas mulheres que quiser”.

De voz firme, barbudo, corpo robusto que contrasta com a sua idade, Faricai referiu que, para “distribuir” o seu amor para 17 mulheres, tudo partiu de problemas que teve com a primeira esposa e que culminou com a separação.

“Eu separei-me dela e dois anos depois casei outra. Quando ela se apercebeu de que eu tinha outra mulher, veio pedir desculpas e aceitei, daí que fiquei já com duas mulheres. Fui apreciando outras, sempre falava para ela que preciso de mais uma esposa. Ela aceitou e foi assim que foram enchendo até chegar esse número”, contou

Curioso é o facto de Pedro Faricai não ter emprego formal, mas consegue alimentar e criar todas as condições para o seu agregado de 107 pessoas. Ficamos a saber que Pedro Faricai goza de estatuto de maior produtor de tomate na província de Manica, o que lhe permite garantir renda para a sua família e, diga-se, todas as suas esposas estão envolvidas na produção de tomate.

Outro facto curioso é que, na família alargada de Faricai, foi implementado um pequeno sistema de governação em que não há decisão sem envolvimento da sua primeira esposa, mais outras duas escolhidas na ocasião e mais dois filhos dos seus vários filhos.

Na família Faricai, há também hierarquias e regalias. Existem duas viaturas para passeio e mais duas camionetas para trabalho.

Pedro Faricai tem a sua própria casa. É uma espécie de centro do poder. É ali onde vive e recebe as mulheres que escolhe para passar as noites.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos