O País – A verdade como notícia

Um golo afasta Moçambique dos “quartos” do Mundial de futebol de praia

Foto: FIFA

Chegou ao fim a participação de Moçambique no Campeonato do Mundo de futebol de praia, esta segunda-feira, após derrota sofrida diante do Taiti, por 8-7, em partida da terceira jornada do grupo B da prova que decorre na Rússia.

Numa partida bastante repartida e equilibrada, na qual o resultado ficou incerto desde o início, foi a selecção do Taiti a primeira a marcar, aos três minutos, por Tehau, tendo o mesmo jogador restabelecido o empate para Moçambique, num auto-golo, um minuto depois.

No mesmo minuto, quatro, Tetauira voltou a dar vantagem a Taiti e, na retoma, Nelson voltou a restabelecer o empate.

Ao minuto 10, Salem desfez o empate para os taitianos, resultado com que se foi ao primeiro descanso.

No segundo período, os moçambicanos empataram por Mussa, aos 15 minutos e dois minutos, depois nova vantagem para Taiti, por Salem, antes do novo empate, novamente por Nelson, no mesmo minuto.

O segundo período só terminou quando Taiti se colocou à frente do marcador com mais dois golos apontados, ambos por Salem, aos 19 e 24 minutos.

No terceiro período, com o resultado de 6-4 a favor do Taiti, impunha-se outra postura para o combinado nacional, que precisava de apenas um empate para se qualificar aos quartos-de-final, e, por isso, entrou com tudo, com Nelson a fazer o hat-trick, aos 30 minutos, reduzindo a desvantagem para um golo, que voltou a ser de dois golos quando Paama marcou, um minutos depois.

Pouco tempo depois, Nelson foi expulso do jogo, após o árbitro; Ingilab Mammadov ter considerado entrada dura sobre um adversário.

Uma situação bem aproveitada pelo Taiti que marcou o oitavo por Li, aos 33 minutos. Quando se pensava que fosse a machadada final, a rapaziada de Abineiro Ussaca vestiu o fato-macaco e reduziu por Dez e Malate, aos 35 e 36 minutos, faltando apenas o golo mágico que não chegou a aparecer e que ditaria a passagem à fase seguinte.

Termina o sonho de Moçambique de continuar a fazer história no futebol de praia, terminando com três pontos, frutos da vitória diante dos Emirados Árabes Unidos, na segunda jornada, por 4-2, depois da derrota na estreia, frente à Espanha, por 4-8.

Para história, fica o registo de 15 golos apontados na sua primeira aparição no Campeonato do Mundo, sete dos quais apontados por Figo, cinco de Nelson e os restantes três apontados por Mussa, Dez e Malate.

Por ora, o tempo é de olhar para a próxima edição do Campeonato Africano das Nações que o país vai acolher, em 2022, nas praias de Vilankulo

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos