O País – A verdade como notícia

“Um cristão não pode usar o seu telemóvel para propagar o mal no mundo”

Essas palavras foram, hoje, defendidas pelo Bispo-auxiliar da Arquidiocese de Maputo, Dom António Juliace, durante a celebração da missa eucarística, na paróquia da Nossa Senhora de Fátima de Namaacha.

Dom António Juliace dirigiu-se, desta forma, aos fiéis, repudiando a acção de alguns órgãos de informação que propalam informações sem averiguar os factos, muito menos censurarem os conteúdos, tendo em conta o seu público.

Na paróquia de Namaacha, o sacerdote usou o momento para chamar atenção aos fiéis e à sociedade no geral para um uso responsável dos telemóveis e redes sociais em particular, evitando a partilha de conteúdos falsos ou que desonrem a outrem.

“Um cristão precisa de aprender que, se reproduzir ou partilhar uma informação ou imagem que ultraja a raça humana, ele está a pecar. Um cristão não pode usar o seu telemóvel para propagar o mal no mundo, mas sim semear a paz e o amor ao próximo”, advertiu o Sacerdote.

Por sua vez, o Governador da província de Maputo, Júlio Parruque, felicitou aos católicos pela efeméride e instou o contínuo respeito às medidas de prevenção do Coronavírus para que “não voltemos a encerrar as casas de culto”.

Contrariamente ao que se assistia nos anos transatos, em que mais de 5 mil crentes participavam na missa, neste ano, apenas os representantes das paróquias, a nível da cidade e província de Maputo, é que estiveram presentes, porém, a partir de casa, os fiéis puderam acompanhá-la em directo na STV.

A missa eucarística representa o ponto mais alto da celebração da aparição da nossa Senhora de Fátima, há 104 anos, em Portugal e acessão de Jesus Cristo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos