O País – A verdade como notícia

Último tabuleiro da ponte Maputo-Katembe montado esta semana

Está quase no fim a colocação dos tabuleiros suspensos da ponte Maputo-Katembe. O único em falta será colocado esta quarta-feira, numa cerimónia oficial. A montagem dos tabuleiros metálicos levou apenas 22 dias, quando a previsão era de 45 dias.

Sobre a ponte Maputo-Katembe, a vista panorâmica da cidade revela a grande dimensão da infra-estrutura. Afinal, já é possível ficar no meio da ponte e olhar para a torre no extremo norte, com 135 metros de altura, e a que está no extremo sul, com 137 metros. São 76 metros que separam os tabuleiros das duas torres.

O tabuleiro em caixão metálico é de grande dimensão. Em termos de peso, são no total oito mil toneladas de metal. A julgar pela vista à distância, o tabuleiro mostra uma espessura fina, mas é pura ilusão óptica: mede três metros de altura. Existe acesso à parte interior do tabuleiro, onde a longo prazo será colocado um sistema de refrigeração, cuja função é manter a temperatura da estrutura, devido ao vapor da água do mar, com vista a evitar possíveis danos. A ideia é manter sempre seca a estrutura da ponte.

Sobre a parte metálica será montado asfalto que dará forma às duas faixas de circulação em cada sentido. Até esta altura, a composição é apenas de metal, sendo que decorre a retirada dos ganchos usados para carregar os tabuleiros.

A colocação dos tabuleiros deveria ser feita em 45 dias, entretanto, aconteceu em tempo recorde, apenas 22 dias. Dos 57 módulos previstos, falta apenas um, que será colocado na próxima quarta-feira, no extremo sul, do lado da Katembe, segundo referiu o engenheiro responsável pela obra.

“Era suposto já termos montado o último tabuleiro, entretanto, o módulo em falta deverá ser colocado no próximo dia 25 do corrente mês. Trata-se de uma decisão administrativa, cujo objectivo é fazer um encerramento simbólico”, referiu Basílio Nzunga, engenheiro civil.

Os cabos metálicos que suportam os módulos pesam cerca de duas mil toneladas, cada um, com comprimento de mais de um quilómetro. Ao longo dos 680 metros de comprimento da infra-estrutura metálica, o aço é o metal mais usado, devido à sua robustez e resistência.

A Empresa Maputo Sul assegura que nada irá comprometer a conclusão das obras em Dezembro próximo, tal como foi previsto na fase inicial do projecto. Entretanto, ainda há dúvidas em relação ao acesso da ponte a partir da cidade de Maputo e, também, do lado sul, na Katembe.

A ponte Maputo-Katembe terá um comprimento total de aproximadamente três quilómetros; viadutos de acesso de 1.1 quilómetro a norte e 1.2 quilómetro a sul. A ponte principal, neste caso o tabuleiro suspenso, terá 680 metros e o gabarito central 60 metros. A grande dimensão desta última parte central da ponte está relacionada com questões de desenvolvimento marítimo.

Montagem de módulos levou 22 dias

“A montagem do tabuleiro, como havíamos referido anteriormente, devia durar cerca de 45 dias, mas pela eficiência de todos, concluímos em 22 dias. Tecnicamente, já estamos acabados. Dos 57 módulos, já montámos 56, faltando apenas um, que por questões administrativas será colocado na próxima quarta-feira, numa cerimónia especial. Em termos de progresso da ponte propriamente dita, nada poderá comprometer os prazos previstos para a entrega da obra. Um porém é que ainda não temos a ligação da ponte, principalmente na cidade de Maputo”. A nível técnico, a montagem dos tabuleiros foi em fases, sendo que a estrutura principal foi montada na parte central. Essa estrutura tem um peso total de 127 toneladas e 12 metros de comprimento. Os tabuleiros das extremidades são os mais pesados, com 137 toneladas cada um, sendo que os restantes pesam 125 toneladas. Refira-se que essa foi a fase mais esperada, até agora, no processo das obras da ponte Maputo-Katembe.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos