O País – A verdade como notícia

Uganda promete que projecto agrícola em Montepuez avança em Julho

O presidente de Uganda, Yoweri Museveni, prometeu que a partir de Julho o projecto agrícola de apoio aos combatentes em Montepuez vai conhecer avanços porque até lá haverá orçamento. Reiterou que não se deve permitir que terroristas ataquem Moçambique.

Pouco antes de deixar Uganda, Filipe Nyusi foi recebido no Palácio Presidencial deste país, desta vez para se despedir do seu homológo. O estadista moçambicano esteve acompanhado pela esposa e delegação com a qual viajou a Uganda, que inclui os ministros dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, da Defesa Nacional, vice-ministro da Agricultura e deputados representantes das três bancadas do Parlamento,

Na ocasião, Yoweri Museveni falou sobre a história que une os dois países e ainda sobre as relações actuais e do que se pretende a curto prazo, tendo em conta projectos de produção agrícola e processamento.

“Nestes dois projectos, um é da produção na zona de Montepuez ou qualquer outra área que tenha sido identificada, e outro de agroprocessamento. Teremos orçamento para o seu avanço em Julho”, disse Yoweri Museveni.

Museveni disse estar feliz com o trabalho desenvolvido pelas forças da SADC e do seu país vizinho, Ruanda, no combate ao terrorismo em Cabo Delgado, mas entende que este mal deve ser eliminado o mais breve possível.

“Estes terroristas devem ser derrotados, mas estamos felizes que a SADC e o Ruanda já estejam a combater. Entretanto, se esta questão não for resolvida, iremos organizar-nos e iremos lá, porque não podemos admitir”, acrescentou.

O presidente de Uganda mostrou abertura em receber moçambicanos para formação militar no seu país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos