O País – A verdade como notícia

UE e EUA pedem que Congo respeite escolha dos eleitores

Decorrerem no último domingo as eleições presidenciais na República Democrática do Congo. A União Europeia, a União Africana e os Estados Unidos pediram a Kinshasa para respeitar a escolha dos eleitores no escrutínio para designar o sucessor do presidente Joseph Kabila.

O governo congolês cortou o acesso à internet e a vários meios de comunicação, alegadamente para evitar a propagação de "notícias falsas", escreve a Euronews.

A porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Ravina Shamdasani, diz que continua a haver intimidação e assédio contra jornalistas, candidatos da oposição e defensores dos Direitos Humanos e que teme que estes esforços para silenciar dissidentes tenham um efeito negativo considerável, quando os resultados forem anunciados.

Devido aos atrasos da contagem a publicação dos resultados, que estava programada para este domingo, poderá ser adiada.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos