O País – A verdade como notícia

UA quer criação de agência de classificação financeira pan-africana

Foto: Diário Económico

O presidente do Senegal, Macky Sall, actual presidente da União Africana, apelou à criação de uma agência de notação financeira pan-africana, considerando que as agências internacionais exageram o risco de investimento em África, aumentando o custo de financiamento.

Falando num discurso na Conferência Económica Dakar 2022, realizada ontem, Macky Sal defendeu a “necessidade, face à injustiça de classificações às vezes muito arbitrárias, de ter uma agência de classificação pan-africana”, segundo escreve o Notícias ao Minuto.

“Em 2020, enquanto todas as economias sofriam os efeitos da COVID-19, 18 dos 32 países africanos classificados por pelo menos uma das principais agências de notação, viram a sua classificação revista em baixa. Isso representa 56% das classificações revistas em baixa para países africanos em relação a um índice global médio de 31% nesse período”, disse.

O actual presidente da UA argumentou que existem estudos a indicar que pelo menos 20% dos critérios de classificação para os países africanos se baseiam em factores culturais ou linguísticos bastante subjectivos ou alheios aos parâmetros que medem a estabilidade de uma economia.

Para Macky Sal, uma das consequências é que “a percepção do risco do investimento em África é sempre superior ao risco real. Encontramo-nos, assim, a pagar mais prémios de seguro do que o necessário, o que aumenta o custo do crédito concedido ao nosso país”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos