O País – A verdade como notícia

UA cria comissão para avaliar adesão de Israel como Estado observador

Foto: Notícias ao Minuto

A União Africana (UA) anunciou ontem a criação de uma comissão que se vai dedicar à avaliação da polémica  acreditação de Israel como país observador daquela organização, o que desagradou a vários Estados membros.

Segundo escreve a Lusa, a comissão foi criada para “tentar encontrar consenso”.

De acordo com o Presidente do Senegal, Macky Sall, recém-eleito líder da organização, que falava numa conferência de imprensa no final da 35.ª Cimeira Ordinária de Chefes de Estado e de Governo da UA, que decorreu entre  sábado e domingo, “trata-se de uma questão que divide o continente. Acreditamos que África não deve ser dividida”.

A controvérsia começou em julho passado, quando o presidente da Comissão da UA (secretariado), Moussa Faki Mahamat, aceitou a acreditação de Israel como observador do bloco regional, provocando uma invulgar reação no seio da organização.

Face a esta situação, muitos chefes de Estado como a África do Sul e a Argélia, por exemplo, ficaram indignados alegando que a aceitação era contra as declarações de apoio da organização aos territórios palestinos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos