O País – A verdade como notícia

Tunísia confirma “tentativa de envenenamento” do Presidente

Os relatos que circulavam sobre uma “tentativa de envenenamento” através de uma carta, do Chefe do Estado da Tunísia, Kais Saied, foram confirmadas esta quinta-feira pelo gabinete do Presidente.

Segundo o comunicado, citado pela agência Associated Press (AP), uma carta foi recebida na segunda-feira de um “remetente desconhecido” e dirigida a Kais Saied.

Esta quinta-feira, o gabinete do Presidente anunciou que a carta foi aberta pela principal assessora do Chefe do Estado que neste momento encontra-se internada no hospital militar da Tunísia.

“Ao abri-la, a assessora não encontrou nenhum documento escrito, mas a sua saúde deteriorou-se rapidamente. Ela subitamente sentiu-se fraca, quase perdeu a visão e teve uma enxaqueca”, relatou o documento, adiantando ainda que outro funcionário que estava na mesma sala sentiu-se também doente.

A carta foi enviada para análise num departamento especial do Ministério do Interior, indica a AP.

O porta-voz da procuradoria de Túnis, Mohsen Dali, disse que uma brigada especial das forças de segurança está a investigar o caso.
O comunicado do gabinete do Presidente afirma também que a decisão de não divulgar a informação no dia do incidente foi tomada “para evitar o pânico” entre a população.

A nota sublinha que Saied “não foi afectado” pela carta envenenada e estava com boa saúde.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos