O País – A verdade como notícia

Tunísia “aperta” restrições face à pressão nos hospitais

A Tunísia anunciou, ontem, que vai agravar as restrições implementadas para mitigar a propagação da COVID-19, visto que o país está com os hospitais lotados e o número de óbitos diários é cada vez maior.

A informação foi anunciada pelo Ministério da Saúde tunisino, numa altura em que a média diária de mortes associadas à pandemia viral é de 82, muito próxima do máximo diário de 89 óbitos registado no final de Abril.

Segundo um comunidado citado pelo Notícias ao Minuto, o primeiro-ministro tunisino, Hichem Mechichi, que está vacinado contra o SARS-CoV-2 desde Abril, está infectado.

Segundo a porta-voz do Ministério da Saúde, Nissaf Ben Aleya, “o número de mortes ultrapassou as nossas expectativas e a taxa de ocupação nos hospitais ultrapassou os 90%”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos