O País – A verdade como notícia

Tribunal Judicial da Cidade de Maputo condena cidadão chinês a 15 anos de prisão

Cidadão de nacionalidade chinesa, de 24 anos de idade, de nome Pu Chiunjiang, foi condenado pela 6a Secção Criminal do Tribunal Judicial da Cidade de Maputo, a uma pena de prisão maior de 15 anos e ao pagamento de uma multa equivalente a 50 salários mínimos.

Pu Chiunjiang foi julgado na passada quinta-feira, 22 de Agosto, acusado de prática de crime de posse e transporte de produtos de fauna bravia, proibidos nos termos da Lei de Conservação da Biodiversidade.

A Administração Nacional das Áreas de Conservação considera que a pena aplicada foi exemplar e vai desencorajar a prática de crimes contra a natureza.

Pu Chiunjiang foi detido em Abril último no Aeroporto Internacional de Maputo, na posse de 4,2 quilogramas de cornos de rinocerontes, que tinham como destino a República Popular da China.

Durante as suas declarações, o jovem disse que a mala que continha os cornos tinha sido entregue por um desconhecido para que a fizesse chegar a Hong Kong, com a promessa de que sua passagem aérea seria totalmente paga.

Este é o primeiro caso de julgamento e condenação em Moçambique, de um cidadão estrangeiro por prática de crime contra a vida selvagem.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos