O País – A verdade como notícia

Tribunal emite mandado de captura para directora de Economia e Finanças de Manica

O Tribunal Judicial da província de Cabo Delgado emitiu um mandado de captura e detenção para a actual directora provincial de Economia e Finanças de Manica, Maria Nhalivilo, condenada a cinco anos de prisão por seis crimes. Maria Nhalivilo é dada como fugitiva.

Os referidos delitos foram cometidos quando exercia as funções de administradora do distrito de Mueda, na província de Cabo Delgado, entre 2017 a 2019.

Entre os crimes cometidos, segundo a sentença do Tribunal Judicial da província de Cabo Delgado, constam a participação económica em negócios, peculato e uso de documentos falsos.

Quando o juiz da causa, Zacarias Napatima, entrou na sala de julgamento, não encontrou Maria Nhalivilo, antiga administradora do distrito de Mueda, apenas estavam presentes o seu advogado e jornalistas que há vários anos aguardavam a sentença do polêmico processo 60 barra 2020.

Além de Maria Nhalivilo, nesta sentença, foram condenados mais dois arguidos, Guilherme dos Santos e Metódio Russa, por crimes de simulação, participação económica de negócios, abuso de cargo, peculato, uso de documentos falsos e falsas declarações perante autoridades.

O mandado de captura deixou o advogado de Maria Nhalivilo preocupado e pediu ao tribunal para rever a decisão.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos