O País – A verdade como notícia

Transportadores que não afluírem aos postos de vacinação serão penalizados

Os Motoristas e cobradores de transportes de passageiros não estão a afluir aos postos de vacinação contra a COVID-19, em Tete, alegadamente por desconhecimento. Entretanto, a Associação dos Transportadores local alerta que quem não aderir ao processo estará impedido de exercer a actividade.

Os poucos motoristas e cobradores com informação sobre a campanha de vacinação dizem que ainda não aderiram ao processo por falta de tempo, o que poderá colocar em causa o sucesso do plano de vacinação.

Para inverter o cenário, os serviços provinciais de Saúde, em Tete, dizem estar em curso um trabalho de sensibilização sobre a importância da vacinação.

“Decorre neste momento trabalhos de mobilização e sensibilização daqueles que ainda têm algumas dúvidas relativamente ao processo de vacinação”, disse Xarifo Gentivo, médico-chefe na província de Tete.

Por sua vez, a Associação dos Transportadores em Tete nega haver falta de informação sobre o processo e promete tomar medidas contra os automobilistas e seus respectivos cobradores que não tomarem a vacina nas datas previstas.

“Outros nem rádio ouviram, outros é por ignorância e alguns é por medo de vacinar. Então, queremos fazer esse trabalho de sensibilização porque ao fim do programa, nenhum motorista ou cobrador vai se fazer a estrada sem que tenha o cartão de vacinação”, afirmou Ambrósio André, responsável pela associação.

O sector da Saúde prevê abranger cerca de noventa e cinco mil beneficiários até ao fim da campanha. Até aqui, dados oficiais indicam que cerca de 23 mil pessoas já foram totalmente vacinadas contra a COVID-19 na província de Tete.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos