O País – A verdade como notícia

Transportadores com poucos passageiros em Nampula devido aos ataques terroristas

Há poucos passageiros a viajarem de Nampula para Cabo Delgado nesta quadra festiva devido à situação de insegurança. O cenário de fraca procura verifica-se igualmente noutras rotas interprovinciais devido à COVID-19.

A cidade de Nampula é um dos principais pontos de chegada e partida de autocarros que fazem o transporte interprovincial e interdistrital. Em condições normais, este devia ser o momento de grande procura, mas a situação de insegurança em Cabo Delgado está a ter um reflexo directo no fluxo de passageiros, onde tudo resume-se em duas leituras: “estamos a ter fraca procura que sai da cidade de Nampula para Mueda e Mocimboa da Praia. Temos tido enchente no sentido Chiúre, Montepuez-Nampula, numa média de 800 passageiros e temos tido uma média de 1200 passageiros a virem todos os dias da cidade de Pemba para Nampula”, diz Luís Vasconcelo, presidente da Associação dos Transportadores Rodoviários em Nampula, dando o panorama do que se está a viver neste momento de fecho do ano.

Nampula é a chamada capital do norte, por isso mesmo, os empresários que operam no sector do transporte investiram bastante nos últimos anos na aquisição de viaturas para o transporte de passageiros, somando neste momento 2850 (incluindo dos transportadores urbanos). Entretanto, a pandemia da COVID-19 virou outra praga que se abateu sobre o país e o sector de transporte sente os impactos a cada dia.

“Na rota Nampula-Maputo também estamos a registar uma fraca procura. Estamos diante de uma situação de crise imposta pela pandemia da COVID-19 que fez com que também o poder de compra das pessoas diminuísse”, conclui Vasconcelo, mas garante que alteração do preço das passagens não vai acontecer, em função da demanda, ainda que nos próximos dias haja maior procura pelo transporte.

Muitas viaturas e poucos passageiros, uma dualidade que não combina, sobretudo para quem mensalmente fecha as contas com base nas viagens. Esta será, sem dúvidas, uma quadra festiva atípica para os transportadores.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos