O País – A verdade como notícia

Transferência de Reinildo honra-nos e traz ganhos financeiros para o Ferroviário da Beira

Fotos: Guimarães/LaLiga/PSL

O Ferroviário da Beira, que a semelhança de outras oito equipas que participam no campeonato provincial de futebol, ocupando actualmente o primeiro lugar com 10 pontos, diz que está muito honrado com a transferência do jogador Reinildo Mandava, formado neste clube, para o campeonato espanhol, concretamente no Atlético de Madrid.

Para os “locomotivas” da Beira a transferência do Reinildo Mandava representa duas variantes: “a primeira é que é uma honra para o clube, pois o Ferroviário da Beira é neste momento uma referência mundial tendo em conta a grandeza do Atlético de Madrid, pois sempre que se perguntam de onde vem o Reinildo a resposta é “locomotiva” da Beira. O nome do país também cresce. A segunda variante é financeira. Não interessa aqui estarmos a falar de números. O nosso interesse é que ele triunfe no futebol internacional”, indicou Anísio Páscoa, porta-voz do Ferroviário da Beira.

O Ferroviário da Beira exortou a camada mais jovem do seu clube e de outros nacionais a seguirem o exemplo de Reinildo Mandava.

“É importante que eles entendam que com trabalho é possível surgirem outros “Reinildos”, tanto no Ferroviário da Beira assim como noutros clubes. Ele é um jogador que consegue auto superar-se e deveria servir de exemplo para outros jogadores de que no futebol só com muito trabalho pode-se ter sucesso”, apelou Anísio Páscoa.

Recorde-se que Reinildo Mandava trocou o Lille da França pelo Atlético de Madrid da Espanha no último dia do mercado de transferência de inverno, numa transferência que custou dois milhões de euros ao campeão espanhol. Na ocasião, o campeão francês exigia um valor de três milhões de euros, valor gasto na contratação do jogador ao Belenenses SAD de Portugal, em 2018.

 

OBJECTIVO DO FERROVIÁRIO DA BEIRA É CONQUISTAR TÍTULOS

Em relação a presente temporada os “locomotivas” da Beira indicaram que o objectivo passa por conquistar todas as competições em que irão participar, nomeadamente o Campeonato Provincial, a decorrer neste momento, o Campeonato Nacional, Moçambola-2022, a Taça de Moçambique e as Afrotaças, mais concretamente a Taça da Confederação, também conhecida como Taça CAF ou Taça Nelson Mandela, sempre respeitando os seus adversários.

“O nosso objectivo é exclusivamente ganhar o Moçambola. Dissemos, aquando da abertura da época futebolista, em Janeiro deste ano, que o objectivo do Ferroviário da Beira é garantir títulos em todas as competições que for a participar. Naturalmente com estes objectivos há muitos outros clubes mas nós vamos lutar com todas as nossas armas para sermos os vencedores”, concluiu Anísio Páscoa.

Na temporada passada, o Ferroviário da Beira terminou na segunda posição do Moçambola, atrás da Black Bulls, campeã nacional, e conquistou o direito de representar o país nas competições africanas, nomeadamente na segunda maior competição futebolística de clubes do continente, a Taça CAF, uma vez que, no ano passado, não houve a disputa da Taça de Moçambique.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos