O País – A verdade como notícia

Transbordo do rio Revúboé deixa pessoas encurraladas em Tete

Continua interrompido trânsito na estrada dá acesso à nova ponte de Tete. Até ao meio da tarde desta sexta-feira, continuava interrompida a circulação de viaturas na Estrada Nacional Número 7 (EN7) que dá acesso à nova Ponte Base Kassuende, devido às águas que galgaram a via.

A situação provocou um enorme congestionamento de viaturas pesadas que iam ou vinham principalmente de países como o Malawi, a Zâmbia e o Zimbabwe.

A nova ponte de Tete foi aberta para aliviar a ponte Samora Machel que por ser estreita não permitia o cruzamento de viaturas pesadas. Ainda assim, para aliviar a situação as autoridades de Tete discutiam esta a possibilidade de reabrir a ponte Samora Machel para viaturas pesadas devido à intransitabilidade da ponte Base Kassuende.

A secretária-permanente de Tete diz que a avaliação dos danos continua, mas aponta para o resgate de 72 pessoas e o registo de seis pessoas desaparecidas.

Cinco bairros da cidade de Tete encontram-se inundados pelas águas do rio Revúbuè, nomeadamente Chingodzi, Samora Machel, Filipe Samuel Magaia, Mpandwe e Francisco Manyanga.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos