O País – A verdade como notícia

Acidente de viação faz 12 mortos e oito feridos

Acidente de viação mata 12 pessoas no povoado de Tavira, em Maluana, no distrito da Manhiça, Província de Maputo. Há, ainda, registo de quatro feridos graves e dois ligeiros e avultados danos materiais nas duas viaturas envolvidas.

No início de Julho de 2021, 32 pessoas morreram na Estrada Nacional Número Um (EN1) e, sem que ainda as tristes memórias tenham sido esquecidas, mais 12 pessoas perderam a vida em consequência de mais um aparatoso acidente de viação, no mesmo local.
Diana Jossias, directora do Banco de Socorros do Hospital Distrital da Manhiça, confirma as mortes e fala do estado dos feridos. “Dos que recebemos, 12 foram óbitos no local e admitimos seis, dos quais quatro estavam em estado grave e, por isso, foram transferidos para o Hospital Central de Maputo (HCM), e dois, com ferimentos ligeiros, estão aqui [no Hospital Distrital da Manhiça], em observação, e temos, entre estes dois, um menor de idade. Os que foram transferidos para o HCM estão em estado grave.”

O sinistro em causa envolveu um carro de transporte de passageiros, que ficou completamente destruído, e um camião de carga. O minibus seguia o trajecto Manhiça-Xipamanine, na Cidade de Maputo, e o camião fazia o sentido Maputo-Xinavane.

A Polícia de Trânsito aponta, como possível causa do sinistro, a irresponsabilidade por parte do condutor do minibus: “Chegado a este local, o transportador semi-colectivo fez uma ultrapassagem irregular, não controlou a via e vinha numa velocidade excessiva”, avançou a agente Aissa Ibrahimo.

O motorista e o cobrador do minibus escaparam do acidente, assim como o condutor do camião.
Testemunhas disseram ao “O País” que havia um conjunto de três viaturas de transporte de passageiros que corriam pela EN1, sendo que um dos quais é o que acabou por se envolver no acidente. A corrida, segundo testemunhas, era motivada pela disputa por passageiros.

Partilhe

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos