O País – A verdade como notícia

“Touros” e “locomotivas” mantêm perseguição renhida

A Black Bulls e o Ferroviário da Beira venceram este domingo e continuam uma luta renhida pela liderança do Moçambola 2021. A Liga Desportiva de Maputo e o Desportivo Maputo foram outras das equipas que saíram felizes nesta jornada em que o Comboio dos “canarinhos” continua sem apitar.

Artur Comboio continua sem vencer desde que assumiu o comando técnico do Costa do Sol. Este fim-de-semana, em partida de cartaz da sétima jornada do Moçambola, o canário voltou a vergar e foi electrocutado em Songo, com Lau King a ser o electricista que lançou toda energia que culminou com mais um fracasso dos campeões nacionais.

O Costa do Sol ainda não conseguiu vencer desde a retoma do Moçambola e vai espreitando a zona da despromoção, ocupando, agora, a 10ª posição com apenas sete pontos, ao cabo de sete jornadas.

Os “hidroeléctricos”, por seu turno, conseguem alcançar a 5ª posição, depois de contar com Lau King para vencer à tangente o Costa do Sol e passar a somar 12 pontos.

Quem também não consegue vencer nesta competição é o Ferroviário de Nampula, que, este domingo, voltou a vergar na deslocação a Matola, onde perdeu diante da Liga Desportiva de Maputo por claros 3-0.

Uma partida que não sofreu qualquer contestação por parte dos “locomotivas” de Nampula, que nada fizeram para sair do campo de Hanhane com outro resultado. Aliás, o Ferroviário de Nampula até afastou o seu técnico, Chaquil Bemat, por alegados maus resultados, mas a situação continua na mesma e os bons resultados ainda não aparecem.

A Liga Desportiva de Maputo chega à 7ª posição, agora com 10 pontos, e em igualdade pontual com o Incomáti de Xinavane, que, este fim-de-semana, foi travar a Associação Desportiva de Vilankulo, em Alto Macassa, com um nulo.

Os “hidrocarbonetos” experimentaram o açúcar do canavial e ficaram desgostosos, já que o nulo fez a equipa cair para a quarta posição, agora com 13 pontos, menos três que os “açucareiros”, que, jornada a jornada, vão fazendo a sua prova a fugir da zona perigosa da tabela classificativa.

Aliás, o embate entre Associação Desportiva de Vilankulo e Incomáti de Xinavane foi o único que terminou sem golos nesta jornada, em que foram apontados, ao todo, 12 golos. Três embates contribuíram com três golos cada, enquanto outros três foram com resultados tangentes.

Black Bulls e Ferroviário da Beira mantêm perseguição sem tréguas

Na frente da tabela classificativa, o cenário continua igual. A Associação Black Bulls continua a liderar depois de mais uma vitória fácil nesta competição. Os “touros” foram ao terreno do Ferroviário de Nacala que continua a jogar em Nampula por ainda não estar em condições de receber jogos na “pedreira”. Hammed, Victor e Pepo foram os autores dos golos da Black Bulls que continua a liderar o Moçambola, agora com 16 pontos, relegando os “locomotivas” de Nacala à 9ª posição, com os mesmos oito pontos com que entraram nesta jornada.

No entanto, quem não desanda é o Ferroviário da Beira, que esperava por uma escorregadela da líder da prova, o que não aconteceu. Os “locomotivas” do Chiveve foram a Quelimane trucidar os “militares” de Mocuba que parecem não ter munições para esta competição.

O Matchedje de Mim continua sem vencer e sem sair da cauda da tabela classificativa, mantendo os dois pontos conquistados antes da paragem na prova. Já o Ferroviário da Beira continua a perseguir a Black Bulls e mantém o escasso ponto que separa as duas equipas na tabela classificativa.

“Locomotiva” de Maputo apita para o pódio

Quem soube aproveitar alguns dos maus resultados das equipas que estavam na frente, principalmente o deslize da Associação Desportiva de Vilankulo, que até à entrada desta jornada estava na terceira posição, foi o Ferroviário de Maputo.

Com serviços mínimos, a turma de Daúde Razaque recebeu e venceu o seu homónimo de Lichinga, graças a um autogolo de Atanásio na própria baliza a dar três preciosos pontos à equipa de Maputo, que escala a terceira posição, agora com menos quatro pontos que a líder e três que o vice-líder.

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos