O País – A verdade como notícia

Tentativa de golpe de estado termina em seis mortos na Guiné-Bissau

Foto: Notícias ao Minuto

Seis pessoas morreram durante o tiroteio ocorrido ontem no Palácio do Governo da Guiné-Bissau, quando militares tentaram realizar um golpe de Estado.

Fontes do Hospital Nacional Simão Mendes, citadas pelo Notícias ao Minuto, tinham avançado à Lusa, durante a tarde, que receberam quatro feridos, um dos quais em estado grave.

O Presidente guineense lamentou o ocorrido e disse tratar-se de um ataque à democracia. Sissoco Embaló assegura, entretanto, que a situação está controlada.

Sissoco Embaló, falou à Nação, no palácio presidencial. Aparentemente tranquilo, e acompanhado pelo primeiro-ministro, Nuno Nabiam, e alguns membros do governo, o Chefe de Estado fez o ponto da situação, começando por confirmar que a troca de tiros no Palácio do Governo deixou várias vítimas mortais.

Vários tiros foram ouvidos ontem junto ao Palácio do Governo da Guiné-Bissau onde decorria um Conselho de Ministros, com a presença do Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, e do primeiro-ministro, Nuno Nabiam.

Entretanto, segundo fonte governamental, militares entraram cerca das 17:20 no palácio do Governo e ordenaram a saída dos governantes que estavam no edifício.

A tentativa de golpe de Estado foi condenada pela União Africana, pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), através da presidência angolana, pela Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), pelo secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, por Portugal e por São Tomé e Príncipe.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos