O País – A verdade como notícia

Tiroteio provoca três mortos e onze feridos em França

Um tiroteio no mercado de Natal de Estrasburgo, no norte de França, provocou três mortos e fez 11 feridos dos quais cinco em estado grave.

A França agravou o plano antiterrorismo "Vigipirate" para o nível mais alto, "Emergência de Atentado", e reforçou o dispositivo militar da operação "Sentinela", activada desde os ataques em Paris em Novembro de 2015.

O suspeito do tiroteio é um homem de 29 anos, natural de Estrasburgo, com cadastro ligado à pequena delinquência local e suspeito de ligações a indivíduos ou a movimentos islâmicos radicais e de ser um potencial terrorista, anunciou a Euronews.

O atacante terá sido atingido por militares que faziam a patrulha de segurança no centro de Estrasburgo, ao abrigo da operação "Sentinela".

O nível "Emergência de Atentado" permite a implementação de uma célula de crise e o encerramento de vias de comunicação.

O tiroteio ocorreu numa altura em que o Parlamento Europeu estava repleto de eurodeputados e funcionários. Tal como outras pessoas no resto da cidade, quem estava na instituição europeia recebeu indicação para permanecer no local até nova ordem.

Ainda não é claro se este tiroteio se tratou de facto de um atentado ou se o suspeito apenas respondeu a tiro à perseguição policial que lhe estaria a ser feita desde manhã devido à suspeita de ter cometido mais um delito comum, pelos quais já era conhecido das autoridades.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos