O País – A verdade como notícia

Terrorismo em Cabo Delgado afecta mais de 100 mil alunos

Foto: Club of Mozambique

Os ataques terroristas em Cabo Delgado afectaram cerca de 123 mil alunos do ensino primário e secundário geral no ano lectivo de 2021, segundo o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano (MINEDH).

Os ataques, que eclodiram em Outubro de 2017, culminaram com a destruição de 43 escolas, 104 salas de aula, 30 blocos administrativos e cinco edifícios dos Serviços Distritais de Educação, Juventude e Tecnologia.

“Temos dados indicando que o terrorismo afectou, na província de Cabo Delgado, cerca de 123 mil alunos”, disse a porta-voz do MINEDH, Gina Guibunda, segundo escreve o Notícias.

Os terroristas também assassinaram oito professores, sendo quatro em Mocímboa da Praia e os restantes em Muidumbe, Palma, Macomia e Nangade.

Guibunda avançou que, enquanto os distritos da zona norte de Cabo Delgado sofriam devido às incursões dos terroristas, cerca de 948 escolas primárias e 78 escolas do ensino secundário geral, encontravam-se a funcionar normalmente na cidade de Pemba e nos distritos da zona sul da província.

Referiu que em 2021 foram matriculados mais de um milhão de alunos, mas apenas menos de um milhão frequentou a escola. “O facto deve-se às famílias que se deslocaram não só para dentro da província, mas para outras vizinhas de Cabo Delgado”, refere a fonte que indicamos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos