O País – A verdade como notícia

Taxa de juro de política monetária reduzida em 75 pontos percentuais

O Comité de Política Monetária (CPMO) do Banco de Moçambique, reduziu a taxa de juro de política monetária (taxa MIMO) em 75 pontos base, para 14,25 por cento. Para além da taxa monetária o Comité Político decidiu, igualmente, reduzir em 75 pontos base as taxas da Facilidade Permanente de Depósitos (FPD) e da Facilidade Permanente de Cedência (FPC) para 11,25% e 17,25%, respectivamente.

A confirmação da manutenção da inflação em um dígito está na origem da revisão em baixa da taxa MIMO.
 
“De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), a inflação mensal, medida pela variação do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Moçambique, foi de 0,27% em Novembro, após 0,07% no mês anterior. Tal traduziu-se numa inflação anual de 4,27% em Novembro, mantendo-se o abrandamento iniciado em Setembro de 2018, quando esta se situou em 4,89%. Esta descompressão foi favorecida pelo menor crescimento anual dos preços dos bens alimentares e dos combustíveis líquidos”, lê-se no comunicado enviado pelo Banco Central à nossa redacção.

O comunicado revela ainda que de acordo com os dados publicados pelo INE, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 3,2 por cento no terceiro trimestre de 2018, impulsionado pelos sectores da indústria extractiva, agricultura e comércio.

Já a taxa de câmbio do metical face ao dólar dos EUA manteve uma tendência para depreciação, motivada pelo fortalecimento do dólar no mercado internacional.

Entretanto, o saldo das reservas internacionais brutas incrementou 70,8 milhões de dólares para 3,130,2 milhões de dólares em finais de Novembro. Por outro lado a taxa de juro média de crédito, para o prazo de um ano, reduziu de 23,25 por cento, em Setembro, para 22,79 por cento em Outubro. 

Quanto ao fluxo da dívida pública interna contraída com recurso a Bilhete do Tesouro aumentou, desde o último Comité Político, 3.759 milhões de meticais, passando o saldo para 112.016 milhões de meticais. 

O comunicado refere ainda que as condições actuais da economia moçambicana favorecem a projecção de uma inflação baixa e estável, em torno de um dígito, no curto e médio prazos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos