O País – A verdade como notícia

Tanucha junta-se a Tamara no Kutxabank Araski

Foto: O País

A internacional basquetebolista moçambicana, Leia Dongue, assinou um contrato para a temporada 2021-2022 com o Kutxabank Araski, clube da Liga Endesa, na qual evolui, igualmente, a sua compatriota Tamara Seda. O clube aposta, assim, na experiência, contratando uma atleta com grande prestígio e qualidades já demonstradas na liga.

É o regresso da valorosa poste ao basquetebol espanhol, no qual, em 2019, campeou pelo Spar Citylift Girona, após a vitória sobre o Perfumerías Avenida, por 73-65, no jogo 2 do “play-off da final”.

Dongue chegou ao basquetebol espanhol em Março de 2016, quando assinou pelo Al-Qázeres Extremadura, clube que ajudou a ser campeão da segunda divisão no mesmo ano, o que valeu a promoção à Liga Endesa feminina.

Posteriormente, Dongue representou o Gernika, Girona e Campus Promete. No clube catalão, ela foi proclamada campeã da liga e vice-campeã na Taça da Espanha.

Para além desta experiência em Espanha, Dongue passou pelo Nantes Rezé da França na última temporada, obtendo a média de 13, 3 pontos e 6.1 ressaltos/jogo.

Tanucha conta, ainda, com passagem pelo Cegledi EKK na Liga Húngara, na qual, em sete jogos, apresentou estatísticas impressionantes – 15,4 pontos e  6,6 ressaltos por jogo. Em seis jogos na Euroliga feminina, Leia Dongue teve os seguintes targets: 15.7 pontos e 5, 8 ressaltos/jogo.

No último pré-olímpico, realizado na Sérvia e no qual Moçambique caiu aos pés da Nigéria, a equipa da casa esteve entre os cinco ideais do seu grupo com 10.0 pontos, 5.3 ressaltos e 2.3 assistências.

A basquetebolista moçambicana mostra-se satisfeita por esta nova aventura pelo basquetebol espanhol. “Aceitei o convite pela organização e pelo seu estilo característico da equipa com um jogo rápido. E, acima de tudo, pelos adeptos ”.

Prevê-se que a sua ligação ao clube seja boa e rápida, devido à sua antiguidade e conhecimento da competição. “É uma Liga que conheço e espero voltar em grande estilo, ajudando a equipa a ter uma boa época e a atingir os seus objectivos colectivos”.

Após o revés sofrido há poucos dias na composição da equipa, Madelén Urieta, treinadora do Araski, jubilou-se com a contratação de Leia Dongue. “Ela é uma jogadora que nos dará muitas possibilidades e versatilidade na estrutura táctica da equipa. O seu físico e capacidade de ressaltos, além da forma como ela dá luta a cada bola, dá-nos solidez no jogo ”.

Com a contratação de Leia Dongue, o Araski fecha o seu plantel que contará com as seguintes atletas: Izaskun García e María Asurmendi (bases); Katarina Zec, Julia Gladkova, Tanara Atkinson e Gracia Alonso de Armiño (extremos); Laura Pardo, Bea Sánchez, Leia Dongue e Tamara Seda (postes).

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos