O País – A verdade como notícia

Tanucha e Tamara (firmes) na corrida aos “play-offs”

Acreditar até o fim. Superar a fase menos conseguida, com resultados e exibições irregulares, e acelerar na fase decisiva na Liga Endesa -Liga Feminina- é meta para o Kutxabank Araski, conjunto onde reluzem as internacionais basquetebolistas moçambicanas Leia “Tanucha” Dongue e Tamara Seda.

Sábado, no “Pavillón Municipal A Malata”, numa das “três finais” na corrida aos “play-off”, o Kutxabanki Araski derrotou o Baxi Ferrol por 62-42, em desafio da 28ª jornada da Liga Endesa.

Com esta vitória por 20 pontos, a equipa das valorosas basquetebolistas moçambicanas subiu da 12ª para a 9ª posição agora com 39 pontos, os mesmos que o Gernika Bizkaia (8º). As oito primeiras classificadas seguem para os “play-offs”.

Tamara Seda e Leia Dongue entraram para o cinco inicial da “coach” Madelén Urieta. Seda contribuiu com 4 pontos e 6 ressaltos (em 24:38 minutos na quadra), tendo concretizado 2 em 5 lançamentos de campo.

Em 22:10 minutos na quadra, Leia Dongue fez sete pontos aos quais acrescentou cinco ressaltos (dois ofensivos e três defensivos). Tanucha, candidata a melhor extremo poste da Liga Endesa, concretizou 3 em 7 lançamentos de campo.

O Kutxabanki Araski, mais esclarecido na quadra, entrou melhor alcançando um parcial de 12-2. Uma boa reacção das “Ferrolanas” com pressão alta e mais clarividentes no ataque, permitiu que no final do primeiro quarto conseguissem reduzir para quatro pontos: 10-16.

As meninas de “Alava”- Kutxabanki Araski- iniciaram o segundo quarto sem esclarecimento ofensivo e cometeram muitos erros no balanço defensivo. Rezam as crónicas que um triplo de Natalia Rodríguez abriu o segundo quarto.

O Baxi Farrol apostou, nesta etapa, em tiros na zona dos 6, 75 metros (1 de 13 em triplos ao intervalo; 3 de 22 no final) sem se mostrar acertivo.

A partir daí, Leia Dongue, Tamara Seda e companhia condicionaram o seu adversário e controlaram o segundo quarto, vencendo por um parcial de 17-5. Ao intervalo, o marcador indicava 33-15, vantagem para o Kutxabanki Araski.

As visitantes- Kutxabanki Araski- fugiram, no terceiro quarto, para 23 pontos (38-15) fruto da melhor abordagem ofensiva e defensiva no “Pavillón Municipal A Malata”.

Lino López, “coach” do Baxi Ferrol, pediu um descontou de tempo para fazer os ajustes na equipa. No final do terceiro quarto, o parcial era de 48-27 para o Kutxabanki Araski.

Depois de atingir a maior vantagem na partida (25 pontos), o Kutxabanki Araski baixou a intensidade no jogo. Foi nesta etapa que a diferença situou-se nos 20 pontos.  A verdade é que o jogo já estava sentenciado e  Madelén Urieta conseguiu fazer a rotação do seu plantel.

O próximo jogo será na próxima quarta-feira, 13 de Abril, diante do Durán Maquinaria ensino, 10ª classificado com 39 pontos. A fechar a fase regular da Liga Endesa, Leia Dongue e Tamara Seda batem-se a 17 de Abril com o Valencia B.C, líder da prova com 52 pontos.

Os jogos dos play-offs, quartos-de-final, estão agendados para os dias 24  e 28 de Abril, enquanto as meias-finais jogam-se entre os dias 1 e 5 de Maio. O “play-off” da final, a melhor de cinco jogos, realiza-se nos dias 8 de Maio (jogo 1),  12 (jogo 2) e 15 (jogo 3).

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos