O País – A verdade como notícia

Tamara Seda: “título marca a minha carreira”

Não se endiabra com o facto de ter ajudado, no passado domingo, o D’ Agosto a conquistar o segundo título esta temporada, depois do campeonato provincial. Como profissional que se preze (o seu percurso e “targets” na Espanha, na Liga Endesa, comprovam-no) quer cada vez mais.

A Taça de Angola é só o princípio. Ouro sobre azul seria açambarcar o troféu do Campeonato Nacional de Angola. “Infelizmente, o processo de comemoração é curto porque o trabalho ainda não acabou. Esta semana continuamos a disputa do título do campeonato nacional. Só depois darei por terminado o meu trabalho e experiência”, notou a poste que despontou em Nacala.

Seda tem garra. Tem foco. Capacidade de integração em qualquer grupo. “O convite do D’ Agosto apareceu de forma inesperada. Então, o processo da integração na equipa tinha que ser rápido como estratégia”. No D’Agosto, e depois de bem referenciada, a internacional basquetebolista moçambicana não queria decepcionar. Ela que deixou Walter Costa, treinador do D’ Agosto, maravilhado. “Como estrangeira, o que se espera sempre é que o nosso contributo seja positivo. Graças a Deus tem sido”.

Não se pode, nesta altura, deixar de olhar para um aspecto: Tamara entrou para o quadro das melhores de África fruto das grandes exibições nos “Afrobaskets” 2017, prova na qual foi “Rookie”, e 2019, quando confirmou os seus créditos. Na Liga Endesa, Espanha, já nem se fala. Experiência em Angola é muito boa. “Sinto-me feliz por cá estar e muito mais por ter cumprido um dos objectivos traçados que foi ganhar a Taça de Angola. O título fica marcado na história do clube e na minha carreira desportiva”

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos