Garantido arranque das aulas nas zonas sem violência armada

Há condições para o arranque sem sobressaltos do ano lectivo 2022, nas zonas de acolhimento às vítimas do terrorismo em Cabo Delgado e Niassa, segundo anunciou, esta quinta-feira, a porta-voz do Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano, Gina Guibunda. Segundo o MINEDH, desde que iniciaram os ataques, o sector tem criado condições para que as […]

Crentes renovam orações para fim da violência armada e COVID-19 no país

No primeiro domingo do ano 2022, centenas de crentes na cidade de Maputo foram à igreja para, dentre várias razões, agradecer àquele que se acredita ser o criador do céu e da terra, por tê-los feito chegar a 2022 e orar para o fim dos males que assolam o país. A libertação da pandemia da […]

PR exige da Polícia acções enérgicas de combate à violência armada

Trinta e seis antigos guerrilheiros da Renamo passaram, ontem, a fazer parte da Polícia da República de Moçambique (PRM), no âmbito do processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração (DDR). O grupo passou por uma formação que abrangeu mais de 500 membros da UIR e da PRM. O Presidente da República disse que na corporação não […]

ONU gradua 960 mulheres vítimas da violência armada em Sofala

O Projecto Paz e Desenvolvimento da Organização das Nações Unidas (ONU) formou, em diferentes áreas vocacionais, e graduou um total de 960 mulheres das zonas afectadas pela violência armada na província de Sofala. O grupo graduado pelo programa das Nações Unidas é o terceiro, desde o início da implementação do projecto na região centro do […]

Violência armada condiciona recenseamento militar no país

A 10 dias do fim do recenseamento para Serviço Militar Obrigatório, as autoridades inscreveram 51% dos 200 mil mancebos previstos. O Ministério da Defesa Nacional aponta a violência armada no centro e norte do país como parte da fraca afluência. “Consideramos que os números não são satisfatórios”, porque comparativamente aos anos anteriores, “até esta altura […]

Violência armada no centro e norte prejudica mais de 61 mil alunos e 1.264 professores

Pelo menos 138 escolas, 45 das quais destruídas, foram afectadas desde o início do terrorismo em Cabo Delgado, revelou hoje o Presidente da República. Filipe Nyusi detalhou que, por conseguinte, 61.789 alunos e 1.132 professores estão ameaçados naquele ponto do país. Em Manica e Sofala, os ataques armados causaram a deslocação de 603 famílias, 131 […]